Novo máximo de óbitos em Portugal e 15.073 casos nas últimas horas

Novo máximo de óbitos em Portugal e 15.073 casos nas últimas horas
COMPARTILHE!

Portugal contabilizou nas últimas 24 horas 293 óbitos e 15.073 infectados por Covid-19, revelou nesta quarta-feira, dia 27 de janeiro, a Direção-Geral da Saúde (DGS).

Assim sendo, de acordo com o boletim de hoje, o númerode mortes devido ao novo coronavírus é o mais elevado desde o início dapandemiano país.

Com estaatualização,Portugal passa a contabilizar, desde o início dapandemia, 668.951 contágios e 11.305 mortos.

Em comparação com o dia de ontem, verifica-se assim um aumento de 2,31% no número deinfectadose 2,66% no de vítimas mortaisassociadas ao novocoronavírus.

Onúmero de casosativosno país também aumentou significativamente nas últimas horas, havendo, neste momento, 172.893 contágios, mais5.512 do que ontem.

Quanto aos recuperados,mais9.268 pessoas diagnosticadas comCovid-19 receberam alta por parte das autoridades de saúde, elevando o número total de curados, desde o início dapandemia, para 484.753

Ainda segundo aDGS, 6.603 doentes comCovid-19 ainda se encontram hospitalizados, mais131 do que na véspera, sendo que destes 783 encontram-se em Unidades de Cuidados Intensivos, mais18 do que na terça-feira.

Por regiões, oNortepermanece a zona do país maisafetada, contando desde o início dapandemia, com 293.171 casos (mais 3.959) e 4.258 mortos (mais 59). Segue-se,Lisboa e Vale do Tejocom 235.498 infectados(mais 7.605) e4.267 óbitos(mais 136) e, depois, a zonaCentro, com 94.073 contágios (mais 2.309) e 1.942 vítimas mortais (mais 66).

Já oAlentejoreporta 23.208 casos (mais 484) e 597 mortos (mais 265) e oAlgarvesoma16.029 infectados(mais 500) e183 óbitos(mais cinco).

No que diz respeito às regiões autônomas, os Açorescontabiliza 3.309 contágios (mais 25) e 24vítimas mortais (mais uma) e aMadeirareporta 3.663 casos (mais 191) e34 mortos.

Notícias ao Minuto Brasil – Mundo
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *