Jaguar Land Rover apostará em células de combustível

COMPARTILHE!

Jaguar Land Rover apostará em células de combustível

Enquanto a Volkswagen diz não ao carro a hidrogênio, a Jaguar Land Rover pensa diferente. A montadora de duas marcas de origem inglesa e sob controle da indiana Tata Motors, quer uma alternativa à eletrificação.

Mesmo anunciando que a Jaguar será 100% elétrica em 2025, algo que a VW não conseguirá fazer tão cedo com nenhuma de suas marcas tradicionais, a empresa pensa no hidrogênio como outra oportunidade.

Na estratégia Reimagine, a Jaguar Land Rover está empenhada em usar o hidrogênio como combustível até o final da década e iniciará os testes com a tecnologia a partir de 2022.

Trata-se do Projeto Zeus, que visa um estudo sobre o uso do hidrogênio, mas para aplicação em modelos maiores. A empresa quer preparar-se para “a esperada adoção de energia limpa de células de combustível em linha com o amadurecimento da economia do hidrogênio”.

Jaguar Land Rover apostará em células de combustível

Se tudo der certo, a JLR espera ver o Range Rover (padrão, Sport e Velar) abastecido com hidrogênio no final dos anos 20 deste século, porém, como se trata de um estudo, isso pode mudar. O motivo é que a montadora busca a evolução no uso desse combustível.

Por ora, contam contra o hidrogênio o alto custo da tecnologia necessária para ser empregado em massa. Além do próprio veículo, que necessitará de células de combustível, tanques pressurizados e baterias de lítio, bem como motores elétricos, o carro “fuel cell” terá de ter infraestrutura complexa.

Diferente da eletrificação, que também exige infraestrutura, o hidrogênio precisa de postos específicos para armazenamento e abastecimento, bem como segurança adicional para sua manipulação.

Mesmo assim, a Jaguar Land Rover está empolgada com o combustível limpo. Nick Rogers, engenheiro-chefe de produto da empresa, disse: “Com o hidrogênio, acreditamos que há um lugar-chave [para ele em nossa linha]. Estamos desenvolvendo e investindo nisso, e estamos obtendo ótimo suporte para fazer isso”.

Sobre o hidrogênio, a consultoria IHS Markit diz que a economia em escala deve aprimorar a tecnologia e reduzir os custos do combustível. Ela projetou: “Economias de escala são o principal fator para a crescente competitividade de custos do hidrogênio verde. O tamanho médio dos projetos ‘power-to-x’ programados para 2023 é de 100 MW – 10 vezes a capacidade do maior projeto em operação hoje”.

[Fonte: Autocar]

© Noticias Automotivas. A notícia Jaguar Land Rover apostará em células de combustível é um conteúdo original do site Notícias Automotivas.

Notícias Automotivas
Read More