Pfizer e BioNTech fazem estudo para avaliar vacina contra covid em grávidas

COMPARTILHE!

A Pfizer e a BioNTech informaram em comunicado sobre o início de um estudo clínico global para avaliar a vacina para a covid-19 em grávidas. As companhias dizem que os estudos de fases 2 e 3 envolverão aproximadamente 4 mil grávidas saudáveis em Estados Unidos, Canadá, Argentina, Brasil, Chile, Moçambique, África do Sul, Reino Unido e Espanha.

As mulheres que participarem serão informadas pouco após o nascimento de seus bebês sobre o que ocorreu com elas até então no estudo. Com isso, as que receberam originariamente placebo poderão ser vacinadas ainda enquanto estiverem nessa investigação, explicam as empresas.

A Pfizer diz que o estudo pode embasar o uso das vacinas também para esse conjunto da população, a depender de seus resultados, e lembra que as grávidas têm risco mais alto de complicações e de desenvolver a versão mais severa da covid-19, por isso a importância desse trabalho. A investigação buscará também saber se os bebês receberão a imunidade, após a mãe ter sido vacinada.

As empresas dizem também que planejam começar nos próximos dois meses estudos adicionais sobre a vacina contra o vírus em crianças de 5 a 11 anos, enquanto um levantamento com aqueles entre 12 e 15 anos já está na fase 3.

Notícias ao Minuto Brasil – Mundo
Read More