Preço do boi e vaca gordos em Mato Grosso valoriza mais de 55% devido a oferta limitada

COMPARTILHE!

O Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária constatou que 2020 foi “marcado por preços recordes na arroba do boi e da vaca gorda no Estado e, após a virada do ano essa tendência altista continuou”, o que é considerado “atípico para este período do ano. Para se ter noção, após as quedas de dezembro, a arroba do boi gordo a prazo apresentou uma valorização média de 55,77% no mês passado ante a janeiro de 2020 e, de R$ 177,74/@ alcançou o patamar de R$ 276,86/@”.

“Nesse mesmo período, a vaca gorda a prazo aumentou 57,61% -acréscimo de aproximadamente R$ 100 no preço da arroba -e finalizou o mês cotada na média de R$ 265,09/@. Diante disso, os principais fatores que contribuíram para os preços mais elevados no mês passado foram, principalmente, a oferta limitada de animais -presente em todo o ano passado e no início deste ano–, as exportações em patamares elevados e o aumento nos custos de produção, uma vez que os gastos com a aquisição de animais e com a compra de insumos para suplementação estão maiores”, acrescenta o IMEA.

Em janeiro, o diferencial de base Mato Grosso-São Paulo fechou em -6,19% -o maior percentual observado desde julho de 2017, quando o indicador era de -5,57%. Em relação a novembro, o estreitamento foi de -1,90 ponto percentual, uma vez que no período a diferença estava em -8,09%. No comparativo anual, o indicador apresentou um encurtamento mais expressivo, próximo a -4,72 pontos percentuais. Essa maior proximidade entre as praças ocorreu devido à pressão nos preços em dezembro passado, que gerou queda mais acentuada da arroba em São Paulo –a qual demonstrou variação de -6,72% ante a novembro. Enquanto isso, no mercado mato-grossense o recuo foi menor, de aproximadamente -4,80%, o que contribuiu para afunilar o indicador”.

Agronotícias – Só Notícias
Read More