YouTube não vai remover vídeo de tiroteio nos EUA

COMPARTILHE!

O YouTube decidiu não remover um vídeo relacionado com o recente tiroteio de Boulder no estado do Colorado, EUA, que vitimou dez pessoas. O vídeo em questão foi filmado por Dean Schiller na área exterior do supermercado King Scoopers e mostra algumas das vítimas.

Apesar da polícia ter pedido para que a transmissão ao vivo fosse interrompida – que chegou a ser vista por cerca de 30 mil pessoas em simultâneo – Schiller continuou a gravar. Entretanto, o YouTube indicou que manterá o vídeo uma vez que este tem valor noticioso.

“Depois do tiroteio trágico, o vídeo de um espectador foi detectado pelas nossas equipes. Apesar de conteúdo violento que possa chocar ou repugnância não ser permitido no YouTube, permitimos vídeos com contexto noticioso ou documental suficiente”, pode ler-se no comunidade da empresa partilhado com o The Verge.