Criminosos que combinavam programa para roubar vítimas são presos em flagrante pela Polícia Civil

Criminosos que combinavam programa para roubar vítimas são presos em flagrante pela Polícia Civil
COMPARTILHE!

Criminosos que combinavam programa para roubar vítimas são presos em flagrante pela Polícia Civil

A vítima desta semana teve roubados R$ 6,8 mil que ela foi obrigada a transferir para duas contas informadas pelos criminosos


Raquel Teixeira

| Polícia Civil-MT

– Foto por: Polícia Civil

Uma investigação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Cuiabá (Derf) para apurar o roubo cometido contra uma profissional do sexo levou à prisão em flagrante de dois suspeitos do crime, na noite desta quinta-feira (13). Um homem de 30 anos e outro de 26 monitorado por tornozeleira eletrônica, foram presos em diferentes bairros da capital após a equipe da Derf apurar as informações passadas por uma vítima.

De acordo com o delegado Marcelo Carvalho, os suspeitos marcavam com garotas de programa em motéis da cidade para depois roubá-las, forçando-as a realizar transferências bancárias ou mesmo utilizando o cartão da vítima para saques.

O delegado informou que pode haver outras vítimas da mesma dupla, que não compareceram à delegacia com receio de se exporem.

Roubo em motel

Na quarta-feira, uma vítima procurou a delegacia e informou que recebeu uma mensagem via aplicativo de mensagem de um homem perguntando o valor do programa. Depois de dizer o valor, o suspeito combinou de encontrá-la em um motel em Cuiabá. Ao chegar no local, a vítima foi surpreendida por dois suspeitos armados, que exigiram dela uma transferência via Pix para a conta de uma empresa. Foram feitas duas transferências que totalizaram R$ 6,8 mil.

Após fazer as transações bancárias, um dos suspeitos pagou a conta do motel enquanto o outro a vigiava. Ela foi obrigada a sair o motel com um dos suspeitos em seu carro, que era seguido pelo outro criminoso em outro veículo, até chegar a um bairro nas proximidades do Centro Político.

Investigação

A partir das informações fornecidas pela vítima, a equipe da Derf Cuiabá iniciou a apuração para identificar e localizar os suspeitos.

Com base nas imagens das câmeras de segurança do motel, os policiais conseguiram identificar a dupla e a empresa que teria recebido o dinheiro que a vítima foi obrigada a transferir.

Um dos suspeitos, de 30 anos, foi localizado e confirmou aos policiais a participação no crime e disse que sua parte com o dinheiro do roubo ele investiu em ações. O comparsa, de 26 anos, foi encontrado em uma residência no bairro Jardim Vitória.

Em buscas em endereços dos suspeitos, os investigadores apreenderam diversos aparelhos eletrônicos e dois cilindros de gás para air soft.

Na apuração para chegar aos autores do roubo, os policiais da Derf Cuiabá identificaram outra roubo realizado pelos suspeitos, com o mesmo modus operandi, no ano passado.

“Eles não chegavam a fazer programas com as vítimas. Elas eram atraídas para serem roubadas. Até o momento é o que conseguimos apurar, que acontece nesses dois casos, da mesma forma”, esclareceu o delegado Marcelo Carvalho.

Os dois suspeitos foram autuados em flagrante por roubo majorado (cometido com grave ameaça  e em concurso de duas ou mais pessoas). Eles serão encaminhados para audiência de custódia do Poder Judiciário.

C

Governo do Estado de Mato Grosso
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *