Greve no Metrô de SP pode parar quatro linhas nesta quarta (12), diz sindicato

Greve no Metrô de SP pode parar quatro linhas nesta quarta (12), diz sindicato
COMPARTILHE!

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O Sindicato dos Metroviários de São Paulo propôs uma greve para a categoria a partir desta quarta-feira (12) para reivindicar reajuste salarial e manutenção de direitos obtidos por acordo coletivo.

A paralisação ainda será discutida em audiência virtual do TRT-2 (Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região) às 14h desta terça-feira (11) e resultado dessa negociação será colocado em consulta pela internet para votação dos trabalhadores também nesta terça, entre 19h e 21h, informou o sindicato.

Entre as principais reivindicações dos metroviários estão o reajuste salarial de aproximadamente 10% -eferente à inflação acumulada dos últimos dois anos- e a manutenção de direitos como os adicionais noturnos de 50% e de férias de 70% sobre o salário, segundo o coordenador do sindicato, Wagner Fajardo.

“O Metrô interrompeu as negociações e não quer dar nada de reajuste”, diz Fajardo. “Então, até o momento, não há indício de negociação e a nossa posição é por uma greve por tempo indeterminado”, afirma o sindicalista.

Se confirmada, a paralisação afetará as linhas 1-Azul, 2-Verde, 3-Vermelha e 15-Prata (monotrilho), onde trabalham cerca de 7.200 metroviários. O sindicato propõe a paralisação de 100% dos funcionários dessas linhas.

As linhas 4-Amarela e 5-Lilás não estão incluídas na mobilização porque têm data-base em março, quando negociaram um reajuste cujo índice ficou em torno de 4%, também de acordo com o sindicato.

Não é a primeira vez que os metroviários de São Paulo ameaçam entrar em greve neste ano. No início de abril a categoria se mobilizou para ser incluída no grupo prioritário para a vacinação contra a Covid-19. A reivindicação foi atendida.

Procurada pela reportagem na tarde desta segunda, a Secretaria dos Transportes Metropolitanos de São Paulo avisou que “responderá em breve”. Já o Metrô não retornou até o momento.

Notícias ao Minuto Brasil – Brasil
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *