Na Itália, Lamborghini se manifesta sobre fábrica em SC

Na Itália, Lamborghini se manifesta sobre fábrica em SC
COMPARTILHE!

Na Itália, Lamborghini se manifesta sobre fábrica em SC

A polêmica continua. Após a declaração de que abriria uma fábrica de carros elétricos em Santa Catarina, a Lamborghini Latinoamerica está sendo contestada pela Automobili Lamborghini S.p.A., da Itália.

O fabricante de carros esportivos, que pertence ao grupo Volkswagen através da Audi, disse em nota ao jornal NSC Total, que não autorizou a abertura de qualquer fábrica e não reconhece os direitos do empresário mexicano Jorge Garcia Fernandez.

Utilizando o departamento de Marketing e Comunicações para as regiões da América do Norte e Latina, a Automobili Lamborghini diz que é a única dona dos direitos de propriedade da marca e que Joan Fercí, como é conhecido o empresário mexicano, não tem direitos como diz ter adquirido.

A Automobili Lamborghini ainda informou que existem processos judiciais nos EUA, Europa, Argentina e Brasil, onde a Lamborghini Lartinoamerica tem até contratos de direitos de marca com algumas empresas. O fabricante italiano busca anular as ações do mexicano no continente.

O retorno do assunto, que virou polêmica há muitos anos, foi devido à visita de Joan Fercí ao estado de Santa Catarina, chegando ele a se reunir com a governadora interina Daniela Reinehr.

Na Itália, Lamborghini se manifesta sobre fábrica em SC

O motivo é o interesse em abrir uma fábrica de carros elétricos na região, mas sem especificar uma cidade. Além disso, Fercí está investindo em empreendimentos imobiliários nas cidades de Governador Celso Ramos e Balneário Camboriú usando a marca Lamborghini.

A história toda começou nos anos 90, quando Joan Fercí adquiriu da Lamborghini italiana os direitos sobre a marca na América Latina e também o direito de produzir o superesportivo Diablo.

Em dificuldades, a Lamborghini teria feito o negócio com Fercí, que abriu uma nova empresa, chamada Automoviles Lamborghini Latinoamerica, que construiu cinco unidades de cada um dos modelos Coatl e Alar 777.

Além disso, a empresa desenvolveu o Centurion, que não foi produzido e agora o LA Vision, um SUV superesportivo e  elétrico, que supostamente seria produzido aqui.

Antes da declaração da Lamborghini italiana, a Automoviles Lamborghini Latinoamerica enviou nota confirmando que existem questões judiciais, mas que a empresa tem os direitos reconhecidos na justiça. A companhia também não gostou da exposição na imprensa.

Segundo a nota: “A respeito, expressamos nosso retumbante repúdio a tais afirmações, difamação e notícias falsas, reiterando em todos os momentos que AUTOMÓVILES LAMBORGHINI LATINOAMÉRICA, S.A. DE C.V., conta com todos os direitos necessários para o uso e exploração da marca LAMBORGHINI”.

[Fonte: NSC Total]

© Noticias Automotivas. A notícia Na Itália, Lamborghini se manifesta sobre fábrica em SC é um conteúdo original do site Notícias Automotivas.

Notícias Automotivas
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *