Renault considera retomar troca de bateria após sucesso da NIO

Renault considera retomar troca de bateria após sucesso da NIO
COMPARTILHE!

Renault considera retomar troca de bateria após sucesso da NIO

Apesar do avanço no desenvolvimento de baterias de lítio, especialmente com as novas células de mais de 100 kWh, os carros elétricos agora podem sonhar com autonomia muito longa, com alguns se arriscando a 1.000 km.

No entanto, o custo dessas baterias de alta densidade de energia é altíssimo. Apenas modelos de luxo com preços muito elevados, próximo da casa dos US$ 100 mil, podem se dar ao direito de ir muito além de vários modelos de carros a combustão com tanque cheio.

Para quem não pode dispor de um alcance assim, a saída é rodar menos diariamente e evitar viagens longas por lugares onde não há infraestrutura.

Nos grandes centros, porém, muitas residências não possuem pontos de recarga, especialmente em prédios antigos. Cidades como Nova Iorque são um bom exemplo disso.

Renault considera retomar troca de bateria após sucesso da NIO

Assim, o conceito de troca de bateria foi uma boa ideia para a Renault-Nissan há 10 anos, porém, as duas marcas desistiram quando o carro elétrico era quase utópico. Agora, a NIO prova que esse serviço funciona de fato.

A marca chinesa, que pretende entrar no mercado europeu ainda este ano, focando no segmento premium, já atingiu a marca de 2 milhões de baterias trocadas na China em pouco tempo.

Diante disso, a Renault está considerando retomar esse sistema, que é totalmente automatizado, permitindo a substituição da bateria em apenas 3 minutos e sem intervenção humana.

Renault considera retomar troca de bateria após sucesso da NIO

Contudo, Luca de Meo disse que a intenção da Renault não é aumentar o alcance dos carros elétricos, mas usar as células armazenadas para outros fins. Nos últimos anos, a marca francesa tem apostado no aluguel das células, mas sem substituição.

Essa foi a forma encontrada pela Renault para reduzir os preços dos modelos elétricos ao assumir os custos das baterias, cobrando uma franquia mensal dos proprietários. Isso permitiu rapidamente atingir a liderança no segmento.

Enquanto a Renault pensa em retomar o serviço, a NIO já anunciou que instalará quatro estações em Oslo e outras 12 em toda a Noruega, de modo a iniciar sua jornada na Europa.

[Fonte: Auto News Europe]

 

 

 

© Noticias Automotivas. A notícia Renault considera retomar troca de bateria após sucesso da NIO é um conteúdo original do site Notícias Automotivas.

Notícias Automotivas
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *