Secretário acredita que em 2022 Mato Grosso será livre de aftosa sem necessidade de vacinação

Secretário acredita que em 2022 Mato Grosso será livre de aftosa sem necessidade de vacinação
COMPARTILHE!

O secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec), Cesar Miranda, disse hoje que até o ano que vem Mato Grosso deve ser área livre da febre aftosa bovina sem a necessidade de vacinação. O trabalho de reconhecimento já começou e na semana passada Rondolândia, partes de Aripuanã, Colniza, Comodoro e de Juína, na região Noroeste de Mato Grosso, já foram enquadrados pela Organização Mundial de Sanidade Animal (OIE) nesta categoria.

“Isso é um passo muito importante. Estamos trabalhando junto com o Ministério da Agricultura, com a Associação dos Criadores e todos os atores envolvidos para que no ano que vem a gente tenha o estado de Mato Grosso livre de aftosa sem vacinação por inteiro”, declarou em entrevista à rádio Capital FM, em Cuiabá.

Miranda destacou que o trabalho melhoria da imagem da carne mato-grossense no exterior é desenvolvido pelo Estado em parceria com o Instituto Mato-grossense da Carne e com os frigoríficos na busca de novos mercados externos mostrando a maneira sustentável da produção local. O foco agora passa a ser a Europa e Japão.

“Isso é muito importante [ser livre de aftosa sem vacinação]. Primeiro: você diminui o custo da produção para o produtor, para o pecuarista. E abre oportunidade nos mercados mais exigentes para a carne mato-grossense. Eu daria como exemplo o mercado japonês, a comunidade econômica europeia, que são mercados que exigem uma qualidade melhor da carne, e, no momento no qual se vacina, muitas vezes cria-se um hematoma na carne”, exemplificou.

Agronotícias – Só Notícias
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *