Sem nenhum impacto financeiro, Governo de MT vai recriar Secretaria de Comunicação

Sem nenhum impacto financeiro, Governo de MT vai recriar Secretaria de Comunicação
COMPARTILHE!

Sem nenhum impacto financeiro, Governo de MT vai recriar Secretaria de Comunicação

Atual estrutura e orçamento previsto para 2021 serão mantidos na Secom


Secom-MT

Palácio Paiaguás – Foto por: Michel Alvim – SECOM/MT

Palácio Paiaguás

O Governo de Mato Grosso vai recriar a estrutura da Secretaria Estadual de Comunicação (Secom). A mudança não terá nenhum impacto financeiro nas contas do Estado, uma vez que tanto a atual estrutura, quanto o orçamento previsto para 2021 serão mantidos.

A pasta atualmente é vinculada à Casa Civil, como Secretaria Adjunta. O processo para recriação da Secom já está em andamento e o projeto de lei será encaminhado para a Assembleia Legislativa nos próximos dias. Os atuais cargos da adjunta de comunicação serão transferidos para a secretaria de estado, e com isso, não haverá aumento de despesa e a lei será cumprida.

“A implantação da Secom não terá nenhum impacto financeiro e isso é o mais importante, pois demonstra que é possível fazer mais com menos. A atual adjunta Laíce Souza continuará à frente da pasta e será nomeada como secretária de Comunicação. Essa é a principal premissa dessa gestão, trabalhar com responsabilidade e respeito com o dinheiro público”, destacou o secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho.

O secretário ainda afirmou que todas as metas estabelecidas pelo governador Mauro Mendes foram cumpridas pela Secretaria Adjunta.

“Reorganizamos o setor, criamos fluxos que permitiram dar celeridade nos processos administrativos e no atendimento e repasse de informações à imprensa. Além disso, quitamos dívidas das gestões passadas e, o principal, enxugamos a estrutura e a deixamos mais moderna, para que seja possível otimizar o trabalho com foco em informar a sociedade”, ressaltou Mauro Carvalho.

C

Governo do Estado de Mato Grosso
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *