Stellantis troca comando para Peugeot e Citroën no Brasil

Stellantis troca comando para Peugeot e Citroën no Brasil
COMPARTILHE!

Stellantis troca comando para Peugeot e Citroën no Brasil

A Stellantis, agora comandada por Antonio Filosa na América do Sul, trocou o comando das marcas francesas Peugeot e Citroën na região, executando assim a nova estratégia do grupo para elevar as vendas dessas bandeiras por aqui.

Ana Theresa Borsari, então à frente das duas marcas, irá para novo posto global na Europa. Em seu lugar, desde o mês passado, já assumiram Felipe Daemon na Peugeot e Vanessa Castanho na Citroën.

Essa alteração ainda não foi divulgada oficialmente pela Stellantis, mas os perfis dos dois executivos já foram alterados, com Daemon indicando ser o head da Peugeot na região e Castanho anunciando-se como vice-presidente da Citroën por aqui.

Felipe Daemon veio da FCA, onde estava desde 2015, atuando como diretor de marketing. Vanessa Castanho já atuava como diretora da Citroën para a América Latina durante a PSA, embora tenha assumido no início de 2020. Ela trabalhou também por dois anos na Renault.

Com essa alteração, Antônio Filosa inicia então a missão de elevar as vendas de Peugeot e Citroën no Brasil, assim como na região. A ideia é trazer de volta o market share que as duas marcas tinham há 10 anos, quando representavam 5% do mercado nacional.

Stellantis troca comando para Peugeot e Citroën no Brasil

Hoje, combinadas igualmente, nem chegam a 2%. Assim, a estratégia será renovar o portfólio de produtos, integrar as redes de concessionários com as demais marcas da Stellantis e reorganizar a produção nas fábricas que eram da PSA, entre outras ações.

O sucessor do Citroën C3, por exemplo, será um dos elementos que ajudarão a marca parisiense a voltar a brilhar no cenário nacional, onde tem atualmente apenas um modelo de passeio, o C4 Cactus.

Esse crossover deve surgir ainda com motor PSA, mas deverá receber o GSE Turbo da FCA no próximo ano, inicialmente como um complemento e depois como única opção.

É uma forma de não queimar o produto com mudança repentina de motor. O duplo chevron terá ainda mais dois modelos na região, um sucessor do Cactus e outro do C4 Lounge.

Já o Peugeot 208 também usará motor GSE Turbo e isso deve ocorrer por volta da mesma época, no próximo ano. Além disso, a marca francesa precisará substituir o 2008 atual, assim como adicionar um produto para tirar de cena definitivamente os 308 e 408, ainda oferecidos na Argentina.

[Fonte: Automotive Business]

 

© Noticias Automotivas. A notícia Stellantis troca comando para Peugeot e Citroën no Brasil é um conteúdo original do site Notícias Automotivas.

Notícias Automotivas
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *