Suárez chora após título: ‘Me menosprezaram, mas o Atlético me abriu as portas’

Suárez chora após título: ‘Me menosprezaram, mas o Atlético me abriu as portas’
COMPARTILHE!

Decisivo na conquista da 11ª taça do Campeonato Espanhol da história do Atlético de Madrid, o atacante uruguaio Luiz Suárez não escondeu a emoção após a suada vitória por 2 a 1 diante do Real Valladolid, neste sábado, que garantiu o título à equipe da capital espanhola.

O artilheiro, bastante emocionado, deu entrevista em campo para a imprensa local e relembrou os tempos difíceis que passou depois de sua saída conturbada do Barcelona até chegar ao time de Madrid e ser o grande protagonista da campanha no torneio nacional.

“Muitas coisas me passam pela cabeça, depois da situação que tive que viver. Me menosprezaram, mas o Atlético me abriu as portas. É por isso que sempre serei grato a este grande clube, por confiar em mim. Vou sempre lembrar também da minha esposa, dos meus filhos, que sofreram comigo no dia a dia. Foi o ano que mais sofremos”, disse o uruguaio, em referência aos últimos momentos no Barcelona.

Na época, o técnico holandês, Ronald Koeman, chegou a chamar Suárez de “velho” e, a partir disso, a relação com o clube degringolou, ocasionando sua saída depois de anos de glórias pelo time catalão.

Aos 34 anos, Suárez termina a temporada no Campeonato Espanhol com 21 gols, sendo o último marcado neste sábado, o que deu ao Atlético de Madrid a sua 11ª conquista nacional. Em finalização de frente para o goleiro, “El Pistoleiro”, como é conhecido na Espanha pela sua pontaria acurada, fez jus ao apelido e confirmou o título para a equipe comandada pelo técnico Diego Simeone.

É o quinto título espanhol da carreira de Luiz Suárez, o primeiro com o Atlético de Madrid.

Notícias ao Minuto Brasil – Esporte
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *