Suspeito de agredir e ameaçar esposa por ciúmes é preso em flagrante pela Polícia Civil

COMPARTILHE!

Suspeito de agredir e ameaçar esposa por ciúmes é preso em flagrante pela Polícia Civil

Após ser localizado, ele confessou que agrediu a companheira por ciúmes após ver uma troca de mensagens entre ela e o ex-marido.


Camila Molina

| Polícia Civil-MT

Um homem suspeito de agredir a companheira por ciúmes foi preso em flagrante pela Polícia Civil, na terça-feira (11.05), em rápida ação realizada pela equipe de Delegacia de Vila Bela da Santíssima Trindade (521 km a oeste de Cuiabá. O suspeito, de 22 anos, foi localizado na manhã seguinte ao crime, após ter deixado a vítima sozinha em casa com vários hematomas, a proibindo de sair.

As agressões ocorreram na noite de segunda-feira (10) na residência do casal na comunidade “Pé de Galinha”, a cerca de 20 quilômetros da área urbana da cidade. No local, os policiais encontraram a vítima com vários hematomas no rosto e demais partes do corpo. A mulher foi imediatamente encaminhada ao hospital da cidade para receber atendimento médico.

Segundo as informações apuradas, o suspeito agrediu a vítima por volta das 21h e na manhã seguinte saiu para trabalhar, deixando a companheira sozinha em casa e dizendo que se ela saísse ele a mataria.

Após o suspeito deixar a residência, a vítima foi procurar ajuda na casa de um vizinho que acionou a Polícia. Imediatamente após a constatação dos fatos, os policiais da Delegacia de Vila Bela da Santíssima Trindade iniciaram as diligências, conseguindo localizar o suspeito logo em seguida.

Questionado, ele confessou os fatos e disse que as agressões contra a companheira foram motivadas por ciúmes, após ver uma troca de mensagens da esposa com o ex-marido.

Diante das evidências, o suspeito foi conduzido à Delegacia de Vila Bela da Santíssima Trindade, onde foi interrogado pelo delegado João Paulo Berté e autuado em flagrante por lesão corporal  e ameaça no âmbito da Lei Maria da Penha.

C

Governo do Estado de Mato Grosso
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *