Duster 2018: versões, motor, consumo, revisão, detalhes, fotos

Duster 2018: versões, motor, consumo, revisão, detalhes, fotos
COMPARTILHE!

Duster 2018: versões, motor, consumo, revisão, detalhes, fotos

Para se manter vivo no segmento que mais cresce no Brasil e no mundo, cada SUV precisa mostrar suas armas de forma bem clara. No caso do Duster 2018, elas ainda eram sua robustez e simplicidade, entregando um dos carros mais honestos à venda no país.

O utilitário da Renault estava em seus últimos anos por aqui antes da renovação visual, o que por si só já mostrava que o francês precisava entregar mais se quisesse abocanhar parte das vendas entre seus similares.

Ainda se beneficiando de uma leve reestilização recente, o Duster 2018 corria contra o tempo para voltar a ser um dos SUVs mais procurados do país.

Confira todos os detalhes do Duster 2018!

Duster 2018 – detalhes

Duster 2018: versões, motor, consumo, revisão, detalhes, fotos

O visual do Duster 2018 ainda tinha muito do que a marca havia apresentado no primeiro modelo, que chegou por aqui em 2011. Ou seja, não era nenhuma surpresa ver que seu design estava alguns passos atrasados em comparação com os mais vendidos do segmento.

Se a briga inicial do Duster era basicamente contra o Ford Ecosport, com o passar dos anos surgiu um batalhão de novos concorrentes. Em 2018, o público preferia outros modelos, como Renegade 2018, Compass 2018, Creta 2018, Kicks 2018 e HR-V 2018.

Em sua dianteira, o Duster 2018 tinha o logo da marca em grande destaque na grade preta, enquanto o para-choque ostentava um bumper bem chamativo, com a parte central pintada em preto e a moldura na cor prata.

Os novos faróis haviam sido adicionados recentemente, com o esquema de luzes bem diferente do primeiro modelo lançado por aqui e sem a seta tão destacada na parte superior, o que lembrava uma “sobrancelha” no SUV.

Já os faróis de neblina continuavam bem discretos, mas posicionados de uma forma mais harmônica no desenho do para-choque.

Duster 2018: versões, motor, consumo, revisão, detalhes, fotos

O capô do Duster 2018 não tinha vincos tão fortes como outros modelos já apresentavam, mas isso era compensado por suas volumosas caixas de roda, uma marca registrada do francês. O rack de teto e a antena bem longa (mais do que o necessário, talvez) eram outros atributos do modelo.

Em sua lateral, o utilitário da Renault tinha rodas de 16 polegadas em todas as versões, sempre com pneus 215/65 R16.

Os espelhos e maçanetas eram pintados na cor da carroceria em quase todas as versões, e o único detalhe em sua lateral era o repetidor da seta posicionado logo abaixo dos espelhos.

Já em sua traseira, o Duster 2018 também chamava a atenção pelas novas lanternas. Pode parecer um detalhe pequeno, mas seu novo desenho interno ajudou a rejuvenescer alguns anos o já cansado SUV.

Duster 2018: versões, motor, consumo, revisão, detalhes, fotos

Além disso, ele tinha seu nome inscrito numa barra mais discreta em relação à anterior cromada e um para-choque ligeiramente redesenhado. No geral, a tampa do porta-malas (que comportava 475 litros) continuava a mesma, incluindo o ressalto próximo às lanternas.

Em seu interior, o Duster 2018 tinha uma lista de equipamentos razoável, mas sem qualquer item inovador ou diferente dos rivais. Por outro lado, o Duster continuava com alguns problemas, o principal sendo a ergonomia, uma das piores entre todos os SUVs.

A posição muito elevada do banco do motorista não agradava e o volante não tinha um ajuste ideal para uma condução confortável. Além disso, a Renault insistia em colocar alguns comandos em posições estranhas, como o controle dos vidros elétricos atrás do puxador da porta, os botões da central multimídia numa haste atrás do volante e controle de velocidade abaixo da tela da central multimídia.

Parece que tudo estava no lugar errado, e isso incomodava bastante no dia a dia.

Em relação ao acabamento e espaço interno, o Duster 2018 era um carro honesto, pois não oferecia nada de outro mundo, mas também não deixava a desejar. Aliás, ele se mostrava uma opção mais racional e com melhor custo-benefício que seu irmão Captur.

Vários descontos para se manter vivo

Duster 2018: versões, motor, consumo, revisão, detalhes, fotos

Isso praticamente obrigou a Renault a baixar os preços do Duster 2018, caso ela quisesse manter sua posição no top-10 dos SUVs. O primeiro desconto anunciado veio em abril, quando a marca anunciou o modelo com condições especiais em suas lojas.

A versão Expression, por exemplo, recebeu um desconto no pagamento à vista de R$ 3.500, enquanto a opção mais equipada Duster Dynamique tinha um desconto de R$ 4.000 para a versão com câmbio manual e R$ 4.500 com a transmissão CVT.

Alguns meses depois, em novembro, a Renault anunciou uma ação ainda mais agressiva nos preços. Focando na versão Expression, o Duster 2018 era vendido com valores bem abaixo da tabela, com desconto de R$ 11.500 para a configuração manual e R$ 13.000 para a versão CVT.

O problema era que a concorrência ainda oferecia mais em termos de visual e equipamentos. Prova disso é que o Duster havia fechado 2017 na 7ª posição em seu segmento, com 17,6 mil unidades vendidas. Depois de tantas ações e descontos em 2018, o modelo ainda caiu para o 9º lugar, apesar de ter tido 23,5 mil emplacamentos.

Isso certamente fazia a marca ter saudades da época que sua única preocupação era o rival da Ford.

Duster e Ecosport, os pais da geração atual de SUVs

Duster 2018: versões, motor, consumo, revisão, detalhes, fotos

Em 2012, o primeiro ano completo do Duster no mercado brasileiro, o segmento de SUVs tinha uma quantidade razoável de concorrentes, mas a maioria representava bem pouco nas vendas.

A dupla Duster e Ecosport era responsável por um terço das vendas, com o francês dominando o cenário com quase 50 mil unidades vendidas por ano. O Compass vendia apenas 150 unidades por mês, o Renegade ainda nem existia e a Volkswagen era insignificante no segmento.

Essa briga entre Renault e Ford continuou por alguns anos, e ela sempre foi muito disputada. Em 2013 e 2014, a montadora norte-americana deu o troco e recolocou o Ecosport na liderança ao emplacar uma média de 60 mil unidades a cada 12 meses. Nessa época, a dupla chegou a representar 41% do segmento.

Foi apenas em 2015 que tudo começou a mudar, num ano em que o Honda HR-V liderou e um certo Jeep Renegade apareceu na segunda posição. Nos anos seguintes, os dois antigos donos do pedaço foram perdendo cada vez mais terreno, até chegarmos ao cenário atual: Ford Ecosport fora de linha e Renault Duster na tímida 9ª posição.

A história do Renault Duster

Duster 2018: versões, motor, consumo, revisão, detalhes, fotos

As primeiras informações e flagras do Duster começaram em 2009, quando o modelo teve seu cronograma de lançamento anunciado em vários mercados, incluindo o nosso. Por aqui, a Renault confirmou que ele chegaria em 2011.

A expectativa era grande, ainda mais quando lembramos que o segmento de SUVs era bem menos procurado naquela época do que hoje. Ou seja, os executivos da marca sabiam que tinham um produto importante nas mãos para encarar o Ford Ecosport.

Isso foi comprovado no investimento de R$ 1 bilhão feito para o lançamento de novos modelos, como a atualização da dupla Sandero e Logan e a chegada do Fluence, além do lançamento do próprio Duster, prometido com visual mais bonito que o irmão da Dacia.

Enquanto isso, finalmente o Duster foi revelado na Europa, mais precisamente no Salão de Genebra, em março de 2010.

Sob a bandeira da marca romena e feito na mesma plataforma de Logan, Sandero e Nissan Livina, o utilitário já mostrava os mesmos predicados que veríamos por aqui por muitos anos.

Duster 2018: versões, motor, consumo, revisão, detalhes, fotos

Inicialmente, ele foi lançado por lá com motores a gasolina ou diesel, potência entre 85 cv e 110 cv e tração 4×2 ou 4×4. Sua simplicidade era traduzida no preço inicial, sendo o equivalente na época a pouco mais de R$ 25.000.

Enquanto isso, sua história no Brasil começaria com o Salão do Automóvel 2010, uma das maiores edições do evento realizado em São Paulo (SP). A ideia da Renault era apresentar sua grande novidade e, logo depois, já iniciar as vendas.

Mas esse “logo depois” acabou demorando um pouco mais, pois apenas em junho de 2011 que pudemos conhecer como seria o Duster “brasileiro”. Ele foi exibido no Salão de Buenos Aires e confirmou que teríamos mudanças pontuais em relação ao modelo europeu.

Essas novidades incluíam uma nova grade, rodas com pintura fosca e uma grade cromada na traseira entre as lanternas. O interior não mudou e debaixo do capô o SUV chegaria por aqui com os motores 1.6 e 2.0, ambos flex e o segundo com tração 4×4.

Duster 2018: versões, motor, consumo, revisão, detalhes, fotos

Alguns meses depois, o Duster teve seus preços revelados, mostrando que viria com valores entre R$ 49.990 (versão 1.6) e R$ 64.600 (versão 2.0 com tração 4×4). Vale destacar que a versão mais barata tinha um visual espartano, com rodas de aço e sem pintura nos para-choques ou maçanetas, como mostra a imagem acima.

Confira abaixo alguns destaques de sua história no Brasil, desde seu lançamento até a chegada do Duster 2018:

  • Dezembro de 2011 – Duster ajuda Renault a chegar a 7,2% de participação no Brasil, seu recorde até então
  • Março de 2012 – linha 2013 traz sensor de estacionamento traseiro para o utilitário
  • Setembro de 2012 – série especial Tech Road chega por R$ 54.800, com visual diferenciado e central multimídia Media Nav de 7 polegadas
  • Abril de 2014 – além do sucesso no Brasil, o modelo alcança 1 milhão de unidades produzidas mundialmente
  • Setembro de 2014 – série limitada Outdoor é lançada por R$ 59.990
  • Março de 2015 – Duster 2016 é lançado com novo visual e mais equipamentos com preços entre R$ 62.990 e R$ 75.990
  • Setembro de 2015 – SUV ganha sua versão picape, o Duster Oroch, por R$ 62.290
  • Novembro de 2015 – série especial Dakar tem visual exclusivo e novos equipamentos por R$ 71.480
  • Abril de 2017 – Duster Dakar II tem preços entre R$ 74.090 e R$ 87.220

Duster 2018 – novidades

Duster 2018: versões, motor, consumo, revisão, detalhes, fotos

Se no Brasil o Renault Duster 2018 teve um ano sem grandes novidades, lá fora a marca estava a todo vapor no desenvolvimento da próxima reestilização. E isso, é claro, se refletia na expectativa que tínhamos por aqui em receber a novidade.

Em maio de 2017, vários flagras do novo Duster já eram feitos na Europa. A expectativa era conhecê-lo por completo no Salão de Frankfurt, quando a Dacia poderia exibi-lo em seu estande. Naquela época, ainda havia a expectativa de uma versão com 7 lugares, algo que nunca se concretizou.

No final, o Duster renovado chegou com uma atualização em seu visual e sobre a mesma plataforma B0. O que estava claro é que a marca não queria deixar seu produto muito refinado para não competir diretamente com o Captur, que exercia esse papel dentro de sua linha.

Nos últimos dias de agosto de 2017 a Renault finalmente revelou o modelo, antecipando sua estreia oficial na Alemanha. A dianteira ganhou novos faróis e para-choque, enquanto as lanternas lembravam bastante as usadas pelo Jeep Renegade.

Além dessas mudanças, o Duster mudou ainda mais no interior, alterando o painel de instrumentos, o volante e a lista de equipamentos, que ficou bem mais recheada que o modelo anterior.

Enquanto isso, o “novo” Duster começava a ser flagrado por aqui, onde seu lançamento oficial do Duster só ocorreu em março de 2020.

Duster 2018 – versões

Duster 2018: versões, motor, consumo, revisão, detalhes, fotos

Confira a gama completa de versões do Duster 2018:

  • Renault Duster Expression 1.6 MT
  • Renault Duster Expression 1.6 CVT
  • Renault Duster Dynamique 1.6 MT
  • Renault Duster Dynamique 1.6 CVT
  • Renault Duster Dynamique 2.0 MT
  • Renault Duster Dynamique 2.0 AT
  • Renault Duster Dynamique 4×4 2.0 MT

Duster 2018 – equipamentos

Duster 2018: versões, motor, consumo, revisão, detalhes, fotos

Renault Duster Expression 1.6 MT – motor 1.6 de 118/120 cv e 16,2 kgfm de torque, com câmbio manual de 5 marchas e tração 4×2.

ITENS DE SÉRIE: airbag duplo, alarme perimétrico, ar quente, banco do motorista com regulagem de altura, barras no teto, brake light, desembaçador do vidro traseiro, direção hidráulica, faróis  com máscara negra, freios ABS, para-choques bicolores, rádio com CD/MP3 double DIN + USB + Bluetooth, retrovisores na cor preta, rodas aro 16 polegadas de aço com design standard, travas elétricas, vidros elétricos, volante com regulagem da altura, entre outros.

OPCIONAL: rodas de liga leve de 16 polegadas.

Renault Duster Expression 1.6 CVT – motor 1.6 de 118/120 cv e 16,2 kgfm de torque, com câmbio CVT de 6 marchas marchas e tração 4×2.

ITENS DE SÉRIE: itens acima + câmbio CVT.

Renault Duster Dynamique 1.6 MT – motor 1.6 de 118/120 cv e 16,2 kgfm de torque, com câmbio manual de 5 marchas e tração 4×2.

ITENS DE SÉRIE: itens da versão Expression + comando elétrico dos retrovisores, computador de bordo, faróis de neblina, Media NAV Evolution, para-choques na cor da carroceria, piloto automático, rodas aro 16 polegadas de liga leve, sensor de estacionamento, tomada 12V no compartimento traseiro, vidros do motorista com comando one touch, entre outros.

OPCIONAIS: bancos em couro e câmera de ré.

Renault Duster Dynamique 1.6 CVT – motor 1.6 de 118/120 cv e 16,2 kgfm de torque, com câmbio CVT de 6 marchas marchas e tração 4×2.

ITENS DE SÉRIE: itens acima + câmbio CVT.

Renault Duster Dynamique 2.0 MT – motor 2.0 de 143/148 cv e 20,2/20,9 kgfm de torque, com câmbio manual de 6 marchas e tração 4×2.

ITENS DE SÉRIE: mesmos itens da versão Dynamique 1.6.

Renault Duster Dynamique 2.0 AT – motor 2.0 de 143/148 cv e 20,2/20,9 kgfm de torque, com câmbio automático de 4 marchas e tração 4×2.

ITENS DE SÉRIE: itens acima + câmbio automático.

Renault Duster Dynamique 4×4 2.0 MT – motor 2.0 de 143/148 cv e 20,2/20,9 kgfm de torque, com câmbio manual de 6 marchas e tração 4×4.

ITENS DE SÉRIE: itens acima + bancos em couro, para-choques bicolores e rodas de liga leve de 16 polegadas na cor cinza escuro.

Duster 2018 – preços

Confira abaixo a lista de preços do Duster 2018 em seu lançamento (com os valores atualizados dos modelos usados atualmente):

  • Renault Duster Expression 1.6 MT – R$ 72.190 (R$ 59.000)
  • Renault Duster Expression 1.6 CVT – R$ 76.690 (R$ 61.350)
  • Renault Duster Dynamique 1.6 MT – R$ 78.090 (R$ 61.300)
  • Renault Duster Dynamique 1.6 CVT – R$ 83.590 (R$ 63.110)
  • Renault Duster Dynamique 2.0 MT – R$ 88.590 (R$ 63.980)
  • Renault Duster Dynamique 2.0 AT – R$ 89.540 (R$ 65.870)
  • Renault Duster Dynamique 4×4 2.0 MT – R$ 89.990 (R$ 66.510)

Valores atualizado segundo a tabela Fipe.

Duster 2018 – motor

Duster 2018: versões, motor, consumo, revisão, detalhes, fotos

A linha do Duster 2018 tinha a opção de dois motores, três câmbios e dois tipos de tração, sendo a 4×4 reservada apenas para a configuração mais cara. Isso dava ao modelo da Renault uma gama bem completa de versões.

As quatro opções mais baratas estavam divididas nas versões Expression e Dynamique, e todas vinham com o motor 1.6 16V com disposição transversal, injeção multiponto e duplo comando de válvulas no cabeçote.

Esse propulsor entregava 118 cv com gasolina e 120 cv com etanol, sempre a 5.500 rotações por minuto. Seu torque era de 16,2 kgfm com qualquer combustível, nível atingido a 4.000 giros do motor, que poderia ser associado ao câmbio manual de cinco marchas ou CVT de seis velocidades.

A outra opção do Duster 2018 era o propulsor 2.0 16V, igualmente transversal, com injeção multiponto e duplo comando de válvulas no cabeçote. Ele entregava 143 cv com gasolina e 148 cv com etanol a 5.750 rpm, enquanto seu torque variava entre 20,2 kgfm e 20,9 kgfm, dependendo do combustível, a 4.000 rpm.

Nesse caso haviam dois câmbios diferentes: o manual de seis marchas e o antiquado automático de apenas quatro velocidades, que gerava um consumo maior que as outras configurações.

Duster 2018 – desempenho

Confira como o Duster 2018 se comportava nas ruas e estradas, com o tempo de aceleração de 0 a 100 km/h e velocidade máxima de cada versão:

  • Duster 1.6 MT – 11,8 segundos e 166 km/h
  • Duster 1.6 CVT – 13,2 segundos e 166 km/h
  • Duster 2.0 MT – 10,4 segundos e 186 km/h
  • Duster 2.0 AT – 11 segundos e 176 km/h
  • Duster 2.0 4×4 MT – 10,6 segundos e 187 km/h

Duster 2018 – consumo

Duster 2018: versões, motor, consumo, revisão, detalhes, fotos

Veja agora a diferença no consumo entre as várias opções de motor e câmbio do Duster 2018:

CONSUMO CIDADE

  • Duster 1.6 MT – 7,5 km/l com etanol e 11,1 km/l com gasolina
  • Duster 1.6 CVT – 7 km/l com etanol e 10,2 km/l com gasolina
  • Duster 2.0 MT – 6,4 km/l com etanol e 9 km/l com gasolina
  • Duster 2.0 AT – 6 km/l com etanol e 9 km/l com gasolina
  • Duster 2.0 4×4 MT – 6,7 km/l com etanol e 9,8 km/l com gasolina

CONSUMO ESTRADA

  • Duster 1.6 MT – 7,9 km/l com etanol e 11,4 km/l com gasolina
  • Duster 1.6 CVT – 7,4 km/l com etanol e 10,8 km/l com gasolina
  • Duster 2.0 MT – 7,4 km/l com etanol e 10,8 km/l com gasolina
  • Duster 2.0 AT – 7,1 km/l com etanol e 10,4 km/l com gasolina
  • Duster 2.0 4×4 MT – 7,5 km/l com etanol e 10,8 km/l com gasolina

Duster 2018 – manutenção e revisão

Revisão Custo Custo
Quilometragem Preços 1.6 Preços 2.0
10.000 km R$ 480,09 R$ 540,99
20.000 km R$ 534,34 R$ 595,24
30.000 km R$ 534,34 R$ 595,24
40.000 km R$ 917,58 R$ 829,96
50.000 km R$ 588,59 R$ 649,49
60.000 km R$ 588,59 R$ 649,49
Total R$ 3.643,53 R$ 3.860,41

Duster 2018 – ficha técnica

Motor

1.6 16V SCe

2.0 16V

Tipo Dianteiro transversal, Etanol e Gasolina Dianteiro transversal, Etanol e Gasolina
Número de cilindros 4 em linha 4 em linha
Cilindrada em cm3 1597 1998
Válvulas 16 16
Taxa de compressão 10,7:1 11,2:1
Injeção eletrônica de combustível Multiponto Multiponto
Potência Máxima Líquida Gasolina: 118 cv @ 5500 rpm / Etanol: 120 cv @ 5500 rpm Gasolina: 143 cv @ 5750 rpm / Etanol: 148 cv @ 5750 rpm
Torque Máximo Líquido Gasolina: 16,2 kgfm @ 4000 rpm /Etanol: 16,2 kgfm @ 4000 rpm Gasolina: 20,2 kgfm @ 4000 rpm /Etanol: 20,9 kgfm @ 4000 rpm

Transmissão

Tipo Manual de 5 marchas / CVT de 6 marchas Manual de 6 marchas / Automática de 4 marchas

Tração

Tipo 4×2 4×2 ou 4×4

Freios

Tipo Disco ventilado / Tambor Disco ventilado / Tambor

Direção

Tipo Eletro-hidráulica Eletro-hidráulica

Suspensão

Dianteira Independente, McPherson Independente, McPherson
Traseira Eixo de torção Eixo de torção

Rodas e Pneus

Rodas Aço ou Liga Leve aro 16 polegadas Liga Leve aro 16 polegadas
Pneus 215/65 R16 215/65 R16

Dimensões

Comprimento total (mm) 4329 4329
Largura sem retrovisores (mm) 1822 1822
Altura (mm) 1683 1683
Distância entre os eixos (mm) 2674 2674

Capacidades

Porta-malas (litros) 475 475
Tanque (litros) 50 50
Carga útil, com 5 passageiros mais bagagem (kg) 497 493
Peso em ordem de marcha (kg) 1214 (MT) 1240 (CVT) 1276 (MT) 1303 (AT)
Ângulo de entrada/saída (graus) 30/34,5 30/34,5

Duster 2018 – fotos

 

© Noticias Automotivas. A notícia Duster 2018: versões, motor, consumo, revisão, detalhes, fotos é um conteúdo original do site Notícias Automotivas.

Notícias Automotivas
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *