Governo de MT consegue autorização para vacinar trabalhadores da Assistência Social

Governo de MT consegue autorização para vacinar trabalhadores da Assistência Social
COMPARTILHE!

Governo de MT consegue autorização para vacinar trabalhadores da Assistência Social

Após a conclusão da vacinação dos trabalhadores da Educação, 20% do quantitativo que chegar para a primeira dose será destinado aos trabalhadores da Assistência Social


Ana Lazarini

| SES-MT

A deliberação foi feita em reunião colegiada, na manhã desta sexta-feira (11.06), e será precedida de uma resolução técnica – Foto por: Christiano Antonucci

A deliberação foi feita em reunião colegiada, na manhã desta sexta-feira (11.06), e será precedida de uma resolução técnica

A Comissão Intergestores Bipartite de Mato Grosso (CIB-MT) decidiu que a vacinação contra a Covid-19 dos trabalhadores da Assistência Social poderá começar após o término da aplicação da primeira dose dos profissionais da Educação.

A deliberação foi feita em reunião colegiada, na manhã desta sexta-feira (11.06), e será precedida de uma resolução técnica. Ficou decidido que, após a conclusão da vacinação dos trabalhadores da Educação, 20% do quantitativo que chegar para a primeira dose será destinado aos trabalhadores da Assistência Social. 

“A Assistência Social é um serviço essencial e não parou em nenhum momento, pois milhares de pessoas precisam da ajuda do Governo. Os profissionais que trabalham nessa área se expõem ao risco e precisam ter essa garantia da imunização”, disse o governador Mauro Mendes. 

O secretário estadual de Saúde e presidente da CIB, Gilberto Figueiredo, enfatizou que a pactuação é uma vitória para Mato Grosso. “O Estado de Mato Grosso trabalhou para viabilizar a antecipação da imunização desta categoria. Como essa quantidade de doses já está sendo direcionada para o público da Educação, nós iremos apenas redirecionar para outro grupo – o que não vai prejudicar o esquema vacinal de outros públicos que estão sendo imunizados”, esclareceu o gestor.  

A CIB é composta por membros do Conselho das Secretarias Municipais de Saúde (Cosems-MT) e da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) e as decisões validadas pela Comissão precisam ser unânimes. “Os profissionais da ação social trabalham conosco desde o início da pandemia. É um grande avanço promovido pela CIB”, avaliou o presidente do Cosems, Marco Antônio Norberto Felipe.

Até o momento, não há uma data para o início da imunização, visto que a vacinação dos trabalhadores da Assistência Social está condicionada à conclusão da imunização dos profissionais da Educação. 

A primeira-dama Virgínia Mendes elogiou a iniciativa da CIB. “Recebo a notícia com muita alegria! O papel dos profissionais da assistência social tem sido fundamental no atendimento daqueles que mais sentiram os impactos da pandemia. Considero a área social tão importante quanto a saúde, ambos na sua área atuando na linha de frente contra o coronavírus. Nossos programas sociais conseguem alcançar quem mais precisa graças a esses profissionais. Agradeço e parabenizo o secretário Gilberto Figueiredo e toda a sua equipe pelo belíssimo trabalho!”, disse.

Atualmente, as equipes técnicas estão empenhadas no levantamento do quantitativo de profissionais da Assistência Social a serem vacinados. A secretária de Assistencia Social e Cidadania, Rosamaria Carvalho, também reforçou que essa é uma grande conquista para o estado de Mato Grosso. 

“É uma conquista muito importante para os trabalhadores do Serviço Único de Assistência Social (Suas). A Assistência Social foi considerada como serviço essencial nas três esferas de governo, e deveria ter sido priorizada na vacinação, assim como foi para a segurança pública e a educação. Durante toda a pandemia continuamos atendendo, principalmente a população mais carente. É na Assistência Social que as pessoas que vivem em situação de vulnerabilidade extrema, agravada pela Covid-19, buscam ajuda. Procuramos garantir a sobrevivência e a segurança alimentar dessas famílias”, concluiu.

C

Governo do Estado de Mato Grosso
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *