Sargento da PM em Alta Floresta lamenta soltura de acusados de tráfico

COMPARTILHE!

Tem crescido nos últimos tempos os casos registrados pela Polícia Militar de alta Floresta com pessoas presas acusadas de envolvimento com o tráfico de drogas.

O volume de entorpecente apreendido não é grande, mas o material coletado por policiais que atuaram em ações apontam muitas evidências, o que não tem suficiente no entanto para manter os suspeitos presos. Essa realidade por sua vez, gera lamentação a alguns agentes da segurança como o segundo sargento Manoel Joacir.


Um dos policiais mais experientes da PM em Alta Floresta, sargento Joacir é conhecido pela sua atuação rigorosa principalmente no cerco a suspeitos de direção perigosa e também ao tráfico. Nesse segundo caso, ele esteve a frente só nos últimos dias de três apreensões e várias prisões. Contudo, nesta segunda-feira, ele lamentou da seguinte forma. “A gente prende, mas a justiça solta. Infelizmente ficamos naquela situação de enxugar gelo”, comentou,


Na semana passada um jovem de 25 anos, que havia acabado de sair de cadeia e que usava tornozeleira eletrônica, foi preso, segundo o sargento, em situação de flagrante. “Mas já foi solto. Tinha droga, caderno de anotação e dinheiro”, mas fazer o que né”, lamentou o segundo sargento que no sábado prendeu um rapaz de 18 anos no bairro Vila Nova, também com droga. “Mas certeza já vai estar na rua também”, disse Joacir.

Fonte: IMPUNIDADE: Sargento da PM lamenta soltura de acusados de tráfico – Jornal da Cidade (jcidade.com.br)