A um empate da vaga, Santos tenta superar fragilidade como visitante na Argentina

COMPARTILHE!

Após fazer o dever de casa e vencer a partida de ida das oitavas de final da Copa Sul-Americana contra o Independiente por 1 a 0, o Santos vai tentar mudar o roteiro dos seus confrontos como visitante para não ficar pelo caminho no torneio internacional. Nesta quinta-feira, às 19h15 (de Brasília), na Argentina, a equipe do técnico Fernando Diniz encara o time argentino precisando de um empate para avançar no torneio.

O treinador santista disse estar ciente dos números desfavoráveis quando sua equipe atua fora de casa. Apesar de não ter uma resposta pronta para a situação, ele procurou destacar pontos positivos na última partida que a equipe fez como visitante, que foi no empate de 2 a 2 contra o Red Bull Bragantino, no final de semana, pelo Campeonato Brasileiro.

“O que me preocupa é que temos de fazer um grande jogo e sair com o resultado que nos interessa. Essa questão de não vencer fora é difícil de ser respondida. Contra o Bragantino, fomos bem após o intervalo e poderíamos ter vencido a partida”, afirmou o treinador.

Considerando os jogos do Brasileirão, Copa do Brasil e Libertadores sob o seu comando, o Santos acumulou seis derrotas, dois empates e venceu apenas o Cianorte pela Copa do Brasil. Para conseguir a vaga na Sul-Americana, o time vai aproveitar a vantagem do 1 a 0 a seu favor para tentar controlar a partida e frear a pressão do Independiente.

O desfalque diante dos argentinos fica por conta de Moraes, que sofreu lesão na coxa direita contra o Bragantino. Assim, Felipe Jonathan ocupa o seu posto na lateral esquerda. Outra novidade está na lista de relacionados. Liberado pelo departamento médico, o goleiro John viajou para a Argentina. No entanto, João Paulo segue como titular.

No meio de campo, Camacho e Jean Mota vão ter a missão de comandar a marcação. Na frente, a aposta é na estrela de Marinho e na velocidade de Marcos Guilherme.

Apesar de ter perdido a condição de titular, Lucas Braga é a carta na manga do treinador para mudar o jogo no segundo tempo. Foi assim nas partidas contra o Independiente (no jogo de ida das oitavas de final, no estádio da Vila Belmiro) e também no empate em Bragança Paulista (SP) pelo Brasileirão.

Enquanto o Santos vai ter um teste decisivo para testar o comportamento do seu time fora de casa, o Independiente tem no retrospecto caseiro a sua grande arma dentro da competição. Na fase de grupos, a equipe argentina teve 100% de aproveitamento como mandante.

O time que entra em campo nesta quinta-feira deve ter apenas uma alteração em relação à equipe que enfrentou o Santos na Vila Belmiro. A mudança acontece na defesa: Barreto entra no lugar de Ostachuk.

Notícias ao Minuto Brasil – Esporte
Read More