Esmagamento de soja em Mato Grosso cresce 8,7% e quase atinge 1 milhão de toneladas

COMPARTILHE!

O maior volume de esmagamento de soja, da série histórica registrada pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária, foi no mês passado, e chegou a 991,68 mil toneladas o que representa 8,77% a mais que o processado na mesma época do ano passado.

O volume também é 2,38% acima de maio deste ano, que atingiu 968 mil toneladas. Em abril, 956 mil toneladas, em março foram 971 mil toneladas, em fevereiro acabaram sendo esmagadas 867 e, em janeiro, 629 mil.

Apesar do recorde no mês, o acumulado deste ano segue 1,60% inferior ao observado de janeiro a junho de 2020. Esse momento de valorização nas cotações do farelo e do óleo de soja, em reflexo às previsões meteorológicas nos Estados Unidos –que indicam baixos volumes de chuvas e temperaturas elevadas –e às influências do mercado externo levaram a um acréscimo de 17,54% na margem bruta de esmagamento.

O IMEA também expõe que, além disso, a desvalorização do preço disponível da soja em grão -que no mês de junho ficou cotada na média de R$ 146,30/saca,valor 9,68% inferior ao do mês de maio, quando atingiu a média de R$ 161,98/saca–impulsionou uma melhor margem para o setor, o que incentivou as agroindústrias do Estado a processarem mais volumes do grão em junho.

Agronotícias – Só Notícias
Read More