Alta Floresta possui 796 micro usinas de energia solar fotovoltaica, 2,77% das unidades são atendidas

COMPARTILHE!

Elas já se tornaram itens frequentes nas residências em Alta Floresta, por todos os lados, os painéis fotovoltaicos estão nos telhados espalhados pela cidade, e também pelo campo.

As placas solares são as queridinhas do momento, principalmente das industrias, que pagam uma energia mais cara que o cidadão comum, também não é pra menos, subsídios do governo baixam a taxa de juros para o financiamento, facilitando a geração da própria energia.

Em Alta Floresta, segundo dados obtidos pela nossa reportagem junto a  ANEEL, existem 796 micro usinas de geração distribuída, uma potencia instalada de 9.486 kilowatts.

Apesar dos números parecerem altos para a realidade do município, apenas 2,77% das unidades consumidoras estão gerando sua própria energia, uma dessas unidades consumidoras é a da Câmara Municipal, que possui uma usina instalada de 54 kilowatts e que promove uma economia de 88% da fatura elétrica.

Não existem dados específico de quanto a atividade injeta na economia municipal, porém, um estudo divulgado pela ABSOLAR, aponta que 32 bilhões de reais são investidos em todo país em razão da atividade, além de gerar certa de 180 mil empregos.

O mesmo levantamento diz que a modalidade representa mais de 6,3 gigawatts de potência instalada operacional no Brasil e ainda descarta outro município matogrosssense, a capital Cuiabá, que eu o município brasileiro que mais possui geração distribuída de energia.

 

Fonte: Débora Ramos – Redação do Alta Notícias