Bem-vindo(a). Hoje é - Alta Floresta - MT
Anúncio Anúncio

Tesla: falta de chips atrasa em um ano Cybertruck e Roadster

Curta nossa página e receba notícias em primeira mão!

Tesla: falta de chips atrasa em um ano Cybertruck e Roadster

Pois é, a crise do chip não está dando trégua e a cadeia global de suprimentos vive sua própria pandemia, que se espalhou pelos quatro cantos da Terra. Agora, entre os que pareciam imunes ao problema, a coisa apertou forte. Nesse caso, na Tesla.

Segundo o site Electrek, ouvindo fontes de dentro da Tesla, a montadora americana tomou um duro golpe essa semana. Elon Musk, usando um canal interno de comunicação, avisou os funcionários da empresa que Cybertruck e Roadster terão problemas.

No comunicado, Musk disse que a falta de suprimentos, no caso chips, determinou o novo atraso nos dois programas da Tesla, em um ano. Isso significa que a Cybertruck chegará somente no final de 2022, enquanto Elon mencionou o Roadster em 2023.

Pelo Twitter, Musk afirmou que mesmo se tivesse “17 novos produtos” não poderia lançá-los de qualquer forma, ao citar somente o Roadster de segunda geração para daqui a dois anos. Obviamente o bilionário silenciou-se sobre a picape, afinal, ela tem um peso enorme no futuro da marca.

Tesla: falta de chips atrasa em um ano Cybertruck e Roadster

Revelar que a Cybertruck continuará sendo uma distopia automotiva até o final de 2022 não será nada fácil para Musk, mas como sabemos, ele sempre dá um jeito… Ou não? Estima-se que existam um milhão de pedidos para a picape exótica.

Seja como for, isso será impactante também para rivais. Ford, Rivian, GM, Lordstown, entre outras, se beneficiarão enormemente da ausência da Cybertruck se isso se confirmar.

Olhando pela ótica dos fabricantes de veículos nessa pandemia de falta de chips, não seria estranho ver uma redução drástica em outros modelos da Tesla.

Transferindo chips e outros componentes para a Cybertruck, esta poderia iniciar-se e evitar um atraso inegavelmente catastrófico de mais um ano. Seria uma produção reduzida evidentemente, mas ainda assim seria uma produção.

Sobre a falta de eletrônicos na montadora de “eletrônicos móveis”, a Giga Berlim poderia ser afetada nesse caso também, se houver uma decisão dura sobre a transferência de peças.

Mas, a principal afetada será a Giga Austin, onde a Cybertruck será efetivamente fabricada. Contudo, nem toda a planta, visto que o Model Y seguirá no início de 2022 e tem “prioridade” sobre a picape de ficção científica…

[Fonte: Electrek]

 

© Noticias Automotivas. A notícia Tesla: falta de chips atrasa em um ano Cybertruck e Roadster é um conteúdo original do site Notícias Automotivas.

Notícias Automotivas
Read More

COMPARTILHE!