Bem-vindo(a). Hoje é - Alta Floresta - MT
Anúncio Anúncio

Tesla Model S: preço, consumo, desempenho, equipamentos

Curta nossa página e receba notícias em primeira mão!

Tesla Model S: preço, consumo, desempenho, equipamentos

Tesla Model S… Esse foi o primeiro carro projetado do zero pela famosa marca americana de Elon Musk, um dos seis cofundadores da montadora que está revolucionando o mercado automotivo mundial com seus carros elétricos.

Carro-chefe da marca, o Model S surgiu para ser não só a representatividade da marca no segmento de luxo, mas também para ser um captador de recursos para uma fase de enormes gastos iniciais da Tesla.

Lembrando inicialmente um Jaguar, o Tesla Model S surgiu como um carro ainda bem tradicional, por assim dizer, dentro do universo de Elon Musk.

Ele ainda dispõe de cluster digital em posição comum e multimídia em separado. Espaçoso, tem 792 litros nos dois bagageiros.

Não sendo exatamente um sedã, o Model S chegou a colocar crianças ou pessoas de baixa estatura em seu porta-malas, cuja tampa é integrada ao vidro traseiro.

Leia também sobre o Tesla Model 3.

Tesla Model S – detalhes

Tesla Model S: preço, consumo, desempenho, equipamentos

Feito para americano ver, o produto nasceu com porte grande, medindo 4,980 m de comprimento, 1,964 m de largura, 1,440 m de altura e 2,960 m de entre eixos, o Model S é considerado carro premium por lá.

Começando pouco acima dos US$ 50.000 em 2012, hoje o Model S não sai por menos de US$ 88.000, com direto do Auto Pilot e até ao FSD (Full Self-Driving). Bem mais caro que o Tesla Model 3.

Atualmente têm jogos usando o próprio manche e um canal de streaming para filmes e seriados a bordo. Há também tela de entretenimento no S Plaid.

Seja com arranque explosivo ou condução semiautônoma, o Tesla Model S é um produto disruptivo ainda hoje.

As versões atuais, Long Range e Plaid, ainda seriam complementadas pelo Plaid+, bem mais potente e rápido, além de dispor de mais de 830 km de alcance, porém, foi cancelado por Elon Musk.

Tesla Model S: preço, consumo, desempenho, equipamentos

O Tesla Model S é um fastback por estilo e proposta de carroceria, ainda que seja descrito como sedã ou mesmo hatchback. A frente tem faróis adaptativos full LED com luzes diurnas em LED. A grade em forma de “T” tem o logotipo da Tesla.

Abaixo, o para-choque tem entradas de ar nas laterais e na parte frontal. Nos lados, as rodas de liga leve forjadas têm aro 19 polegadas (aerodinâmica) ou 21 polegadas (elegante), além de câmeras do Sentry Mode nos para-lamas dianteiros.

As maçanetas são retráteis e as portas não possuem batentes dos vidros. Além disso, os retrovisores possuem rebatimento elétrico, bem como aquecimento e escurecimento automático.

No teto, vidro panorâmico com abertura elétrica. Na traseira, as lanternas são em LED, cortadas pela tampa do bagageiro. A da esquerda do carro, tem uma lente falsa com a tampa do bocal do plugue de carregamento.

O para-choque é bem limpo, assim como a tampa do bagageiro, que não tem limpador da vigia. Por dentro, o ambiente é bem funcional e longe do luxo apresentado por um Audi A8, Mercedes-Benz Classe S ou BMW Série 7.

Tesla Model S: preço, consumo, desempenho, equipamentos

O painel retilíneo tem friso em alumínio e guarnição em madeira, com detalhes em fibra de carbono no Plaid+.

O cluster digital tem 12,3 polegadas e a multimídia dispõe de tela de 17 polegadas com projeções de smartphone, Tesla Arcade (jogos) e Tesla Theatre (streaming de filmes e seriados).

No console central, porta-copos com tampa e carregador wireless para smartphone. Já os bancos em couro tem ajustes elétricos e, assim como o acabamento geral, três opções de cores: preto, branco e bege.

Atrás, o banco é tripartido e tem Isofix, além de Top Tether. Há saídas de ar condicionado ou uma tela de entretenimento (Plaid).

No teto, duas persianas saem da coluna transversal central, mas só a parte dianteira abre. Há três apoios de cabeça fixos.

Já o bagageiro de 792 litros têm cobertura retrátil e pode receber um kit de acessório com dois assentos infantis dotados de cintos de cinco pontos, virados ao contrários, com vão para os pés.

Tesla Model S – versões e preços

Tesla Model S: preço, consumo, desempenho, equipamentos

  • Tesla Model S Long Range – US$ 88.740
  • Tesla Model S Plaid – US$ 123.740

Equipamentos

Tesla Model S: preço, consumo, desempenho, equipamentos

Tesla Model S Long Range – Dois motores, tração AWD e autonomia de 603/652 km, mais rodas de liga leve aro 19 polegadas aerodinâmicas, Auto Pilot Basic, conexão para Powerwall e Supercharger, Sentry Mode com monitoramento em 360 graus e Live Camera, suspensão pneumática adaptativa com GPS de nivelação, cluster digital de 12,3 polegadas, multimídia de 17 polegadas com streaming (Tesla Theatre)/jogos (Tesla Arcade)/navegação/Apple CarPlay, manche, direção adaptativa, iluminação personalizada, bancos em couro, detalhes imitando madeira, maçanetas retráteis, vidros elétricos, travamento elétrico, app dedicado de controle remoto, ar condicionado multizone, tampa do porta-malas de acionamento elétrico, bancos dianteiros com ajustes elétricos e memória, aquecimento dos bancos dianteiros e traseiros, aquecimento do manche, teto panorâmico, carregador wireless para smartphone, luzes de cortesia, faróis full LED, lanternas em LED, retrovisores elétricos com antiembaçante e eletrocrômica, atualização plena OTA, controles de tração e estabilidade, assistente de rampa, modos de condução, detalhes em madeira e alumínio, carpetes, entre outros.

Opcionais: rodas aro 21 polegadas (603 km), Auto Pilot FSD, tonalidade diferente no interior e pintura metálica ou perolizada.

Tesla Model S Plaid – US$ 123.740 – Três motores, tração AWD e autonomia de 560/637 km, itens acima, mais guarnição em fibra de carbono e tela de entretenimento no banco traseiro.

Opcionais: rodas aro 21 polegadas (560 km), Auto Pilot FSD, tonalidade diferente no interior e pintura metálica ou perolizada.

Auto Pilot Basic e FSD

No Tesla Model S, o que mais chama atenção é o sistema Auto Pilot, que tem duas versões. A primeira opção controla direção, freios e aceleração, permitindo que se faça ultrapassagens usando apenas a haste do repetidor de direção.

Também tem recursos como frenagem de emergência, aviso de colisão e monitoramento de ponto cego, sendo aplicável essencialmente para a estrada (Autosteer). Já o FSD ou Full Self-Driving, que custa US$ 10.000,

Esse sistema mais completo permite a mudança automática de pista, evitando assim veículos lentos ou que estejam saindo da estrada. O FSD implanta a navegação autônoma, que seguirá a rota determinada pelo condutor.

Abaixo de 24 km/h, basta apertar um botão para o estacionamento automático encontrar uma vaga e estacionar, seja perpendicular ou paralela.

Há a função Summon, que faz o Model S ir até onde o motorista estiver num estacionamento, mesmo que precise estacionar novamente para dar passagem para outro veículo, evitando pedestres, ciclistas, carrinhos de compra e lixeiras.

Em separado, o Full Self-Driving Computer é um supercomputador com fusão de dados que é independente do carro e atualizável via Over-The-Air (OTA).

Em breve, a Tesla avisa que o Autosteer estará disponível também na cidade.

Tesla Model S – motor e bateria

Tesla Model S: preço, consumo, desempenho, equipamentos

O Tesla Model S é equipado com dois ou três motores, sendo este último no Plaid. Tratam-se de motores elétricos de indução trifásica de corrente alternada de grande potência.

Na versão de acesso atual, dois motores – um em cada eixo – entregam 680 cavalos e 132 kgfm de forma imediata. No Plaid, o eixo traseiro dispõe de dois motores elétricos conectados.

Ambos, mais o dianteiro, entregam nada menos que 1.020 cavalos e 144,3 kgfm, sempre de forma imediata.

Eles ficam montados dentro do chassi skate e entre as rodas, sendo apenas conectados eletronicamente e ligados às rodas por semieixos e balanças de suspensão de alumínio, sendo duplas na frente.

Entre os motores, ficam as baterias de 95 kWh com células 18650 da Tesla, ainda que algumas delas sejam oriundas da Panasonic.

Usam ânodo de grafite-silício e cátodo de níquel-cobalto-alumínio, tendo milhares de células de 18 mm de espessura e 65 mm de altura.

A refrigeração das baterias é interna por líquido e o aquecimento usa uma bomba de calor para enfrentar os regimes de inverno agressivos nos EUA.

Por ser localizada no assoalho do Model S, garante ao carro baixo centro de gravidade e alta estabilidade.

Desempenho e consumo

Tesla Model S: preço, consumo, desempenho, equipamentos

O Tesla Model S atualmente tem duas performances em seu portfólio de versões. O sedã executivo americano vai de 0 a 96 km/h em 3,1 segundos na versão de acesso, que também alcança 250 km/h de forma limitada.

Já o Model S Plaid é bem mais rápido, indo de 0 a 96 km/h em 1,99 segundos, segundo a Tesla. Além disso, o bólido trimotor tem máxima de 320 km/h, convertendo-o num dos carros mais velocidades de produção seriada.

Ele também é um dos carros mais rápidos do mundo e como produto de volume, é o que detém o menor tempo. O Plaid+, de acordo com Musk, teria desempenho superior e com 834 km de alcance.

Falando em alcance, o Tesla Model S tem autonomia de 652 km na versão Long Range, porém, usando rodas aro 19 polegadas. Quando se muda as rodas para aro 21 polegadas, isso cai para 603 km.

O mesmo Model S Plaid, que roda somente 560 km com rodas aro 21, contudo, usando aro 19, o bólido chega a 637 km no padrão da EPA. Fato interessante é que a performance do carro não muda com a alteração de rodas.

No consumo, na versão Long Range faz 7,35 km/kWh. Já no Plaid, o que se sabe é que o consumo médio fica em 6,99 km/kWh.

Elon Musk cancelou a versão Plaid+, mas esta teve números revelados, sendo que a potência seria de 1.115 cavalos e o tempo de aceleração cairia para menos de 2 segundos, usando baterias de 120 kWh para ter alcance maior.

Tesla Model S – história

Tesla Model S: preço, consumo, desempenho, equipamentos

Construído em alumínio e com chassi tipo skate, o produto da Tesla veste as baterias de lítio, cuja origem das células é bem peculiar. Além disso, usa motores elétricos que podem funcionar em pares.

Exótico, o Tesla Model S chegou exatamente após o colapso da economia americana em sua última crise mundial, quando GM e Chrysler entraram em concordata, sendo resgatadas por Washington.

Com estratégia singular, Elon Musk comandou uma mudança nos negócios envolvendo carros e o Model S foi a primeiro a não ser comprado em uma concessionária comum.

Atuando pela internet, a Tesla ofereceu seu carro com entrega em casa e apenas uma exposição em lugares como Nova Iorque, apenas para os consumidores conhecerem o produto, sem a venda física.

Além do sistema comercial diferente, o Tesla Model S prometia conexão acima dos carros comuns, bem como alcance em todo o território americano através da rede de carregadores rápidos Supercharger.

Tesla Model S: preço, consumo, desempenho, equipamentos

Outra ponto foi a Solar City, também capitaneada por Musk, que vendeu milhares de painéis solares para residências dos donos de Model S.

Silencioso, o sedã também surgiu com a promessa de performance e maior alcance. Das células de 60 kWh ao P100D, o Model S teve diversas opções em baterias e motores, chega ao absurdo Plaid.

Este último, faz o Model S catapultar de 0 a 96 km/h em apenas 2 segundos e atingir 320 km/h. Isso tudo com 1.020 cavalos instantâneos.

Bem antes do Model 3, o Model S já criava fama e polêmica… O Auto Pilot surgiu com o topo de linha e prometia um auxílio à condução acima de qualquer outro.

Nas primeiras versões do sistema, podia-se até viajar no banco traseiro ilegalmente e ver o carro guiar sozinho.

Tesla Model S: preço, consumo, desempenho, equipamentos

Um acidente fatal colocou a Tesla no banco dos réus, com Musk sendo obrigado a depor até perante o Congresso Americano, após outros com o Tesla Model 3.

Como produto, o Model S tem uma importância enorme para a marca, dado que venceu em vendas players como o BMW Série 7 e Mercedes-Benz Classe S nos EUA.

Também foi popularizado até em serviços de táxis ou mesmo construído na Holanda.

Casos de incêndio e roubos eletrônicos, com ladrões usam tablets no lugar de michas e pés de cabra, não se tornaram algo raro.

Também teve registros de potência menor (P85D), drenagem de energia, problemas com o frio, consumo excessivo e qualidade.

Tesla Model S: preço, consumo, desempenho, equipamentos

Nesta última, os depoimentos de muitos donos chegaram à Consumer Reports, que não recomendou a compra do carro.

Portas desalinhadas, carroceria estridente, problemas de suspensão, maçanetas quebradas e outros, contaram contra o produto.

Diferente de rivais como o Fisker Karma, no entanto, o caminho do Model S foi de sucesso. De apenas 520 reservas em uma semana, o Model S hoje tem milhares de unidades vendidas.

Hoje, nove anos após chegar ao mercado, não se sabe quando a Tesla adicionará um sucessor. Ainda que seu layout tenha sido levemente atualizado, não parece datado.

Apenas seu interior parece denotar sua idade, mas a Tesla adicionou um manche no lugar do volante e mudanças no trim que trouxeram o Model S para a década atual.

Também introduziu uma tela de entretenimento traseiro, mas tirou o difusor de ar traseiro. Num carro de US$ 123 mil, isso é um constraste que só existe no universo da Tesla…

Tesla Model S – fotos

Tesla Model S: preço, consumo, desempenho, equipamentos
Tesla Model S: preço, consumo, desempenho, equipamentos
Tesla Model S: preço, consumo, desempenho, equipamentos
Tesla Model S: preço, consumo, desempenho, equipamentos
Tesla Model S: preço, consumo, desempenho, equipamentos
Tesla Model S: preço, consumo, desempenho, equipamentos
Tesla Model S: preço, consumo, desempenho, equipamentos
Tesla Model S: preço, consumo, desempenho, equipamentos
Tesla Model S: preço, consumo, desempenho, equipamentos
Tesla Model S: preço, consumo, desempenho, equipamentos
Tesla Model S: preço, consumo, desempenho, equipamentos
Tesla Model S: preço, consumo, desempenho, equipamentos

© Noticias Automotivas. A notícia Tesla Model S: preço, consumo, desempenho, equipamentos é um conteúdo original do site Notícias Automotivas.

Notícias Automotivas
Read More

COMPARTILHE!