Bem-vindo(a). Hoje é - Alta Floresta - MT
Anúncio Anúncio

Verstappen bate no fim, e Hamilton faz pole no GP da Arábia Saudita

Curta nossa página e receba notícias em primeira mão!

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – O dia foi de caos para Max Verstappen (Red Bull) no treino classificatório do GP da Arábia Saudita, realizado na tarde deste sábado (4). O holandês, que briga com Lewis Hamilton (Mercedes) pelo título da temporada da Fórmula 1 e superava o tempo do rival no Q3, bateu na última curva e perdeu a pole position para o britânico.

De quebra, o jovem de 24 anos viu Valtteri Bottas (Mercedes) ficar atrás do parceiro de equipe e vai largar na 3ª posição.
A etapa foi marcada pela alternância de líderes durante as três sessões – ao menos cinco pilotos chegaram a ficar no topo. Além do holandês, Carlos Sainz (Ferrari) foi outro piloto que chegou a tocar nos muros do circuito de Jeddah.

Pouco antes de a sessão começar, a FIA anunciou que Hamilton não será punido em função de dois problemas ocorridos no treino livre realizado nesta manhã.

O britânico virou alvo dos comissários por, supostamente, não ter respeitado uma bandeira amarela e por impedir Nikita Mazepin (Haas) de continuar uma volta em alta velocidade.

De acordo com o órgão, o primeiro ato se deu por uma confusão dos fiscais da pista, que sinalizaram a bandeira amarela de maneira equivocada. Sobre o incidente envolvendo o piloto da Haas, a FIA afirmou que houve falha na comunicação com a equipe sobre o alerta da aproximação do adversário. Hamilton, portanto, não sofreu qualquer tipo de penalidade.

Q1
A primeira parte da sessão teve todos os pilotos de pneus macios e alternância de líderes. Verstappen ficou pro cinco minutos com o tempo mais rápido, mas foi superado por Hamilton.

Pouco tempo depois, Sainz surpreendeu e desbancou o britânico, colocando a Ferrari na ponta – Valtteri Bottas (Mercedes), no entanto, recolocou a Mercedes no topo com 1:28.057. O finlandês teve problemas com o carro na volta seguinte e precisou ir aos boxes mais cedo.

No fim, coube a Sergio Pérez (Red Bull) registrar a melhor volta e terminar o Q1 em 1°, com tempo de 1:28.021.
Os cinco piores colocados e consequentemente eliminados foram: Latifi, Vettel, Stroll, Schumacher e Mazepin.
Q2
Já com a maioria dos “sobreviventes” usando pneus médios, o Q2 começou com a Red Bull dominante: Verstappen foi o primeiro piloto a baixar o tempo de 1:28.000, mas viu Pérez ficar no topo pouco depois.
O primeiro incidente do treino se deu com Sainz, que por volta da metade da sessão, rodou na estreita pista de Jeddah. Por sorte, o espanhol não viu o seu carro colidir forte com o muro, mas precisou parar por conta dos pneus – ele não conseguiu fazer uma nova volta.
Já nos segundos finais da sessão, Hamilton desbancou os carros da Red Bull e cravou 1:27.712. Os cinco pilotos a seguir ficaram fora do Q3: Ricciardo, Raikkonen, Alonso, Russell e Sainz.

Q3
Hamilton foi o primeiro piloto a deixar os boxes e, em sua primeira volta rápida, derrapou e quase acabou no muro. Pouco depois, o britânico virou 1:28.035 e superou o parceiro Bottas.
Verstappen, no entanto, caprichou e fez 1:27.653, quase 0,5 segundo acima do rival. Enquanto isso, o finlandês da Mercedes voltou para a 2ª posição.

Na última chance dos pilotos, Hamilton virou 1:27.511 e superou o holandês. Enquanto isso, Verstappen fazia uma volta quase perfeita e, com 0,3 segundo de vantagem, caminhava para superar o britânico.
O que era para ser uma festa da Red Bull virou pesadelo em um piscar de olhos. Isso porque o holandês, na última curva, perdeu o controle do carro e tocou no muro. Ele ficou em 3°, atrás de Bottas. Leclerc e Pérez fecharam o top 5.Grid de largada do GP da Arábia Saudita
1 – Lewis Hamilton (Mercedes)
2 – Valtteri Bottas (Mercedes)
3 – Max Verstappen (Red Bull)
4 – Charles Leclerc (Ferrari)
5 – Sergio Pérez (Red Bull)
6 – Pierre Gasly (AlphaTauri)
7 – Lando Norris (McLaren)
8 – Yuki Tsunoda (AlphaTauri)
9 – Esteban Ocon (Alpine)
10 – Antonio Giovinazzi (Alfa Romeo)
11 – Daniel Ricciardo (McLaren)
12 – Kimi Raikkonen (Alfa Romeo)
13 – Fernando Alonso (Alpine)
14 – George Russell (Williams)
15 – Carlos Sainz (Ferrari)
16 – Nicholas Latifi (Williams)
17 – Sebastian Vettel (Aston Martin)
18 – Lance Stroll (Aston Martin)
19 – Mick Schumacher (Haas)
20 – Nikita Mazepin (Haas)

Notícias ao Minuto Brasil – Esporte
Read More

COMPARTILHE!