Bem-vindo(a). Hoje é - Alta Floresta - MT
Anúncio Anúncio

Mato Grosso registra abertura de mais de 75 mil empresas em 2021

Curta nossa página e receba notícias em primeira mão!
Levantamento feito pela Junta Comercial de Mato Grosso (Jucemat) contou a abertura de 75.058 empresas no estado de janeiro a dezembro de 2021, o que representa um crescimento de 20,08% em relação ao mesmo período de 2020. Os dados foram divulgados nesta sexta-feira (7) pela Junta.

O maior volume de novas empresas foi registrado no setor de serviços que finalizou o ano com 46.773 registros, acréscimo de 20,94% em relação ao ano retrasado.

Nos dados divulgados, o comércio ficou na segunda colocação do levantamento sobre a quantidade de inscrições de novos CNPJs. Em 2021, foram inscritos 22.214 registros, enquanto que 2020 apesentou 18.719.

A indústria aumentou 6.071 em novos empreendimentos, apresentando elevação de 18,71% em relação a 2020, ano em que surgiram 5.114 novos registros no setor.

Atualmente Mato Grosso possui 420.577 empresas ativas, sendo 233.894 delas voltadas ao setor de Serviços, 148.869 no Comércio e 37.663 na Indústria.

Balcão Único

A Jucemat, vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Mato Grosso (Sedec-MT), inicia neste ano a operação da plataforma digital ‘Balcão Único’. O sistema permitirá que qualquer cidadão possa abrir uma empresa de forma simples, automática, em poucos minutos e sem custos.

Primeiramente, o Balcão Único será voltado para empresas de baixo risco, independente do porte, pequena, média ou grande. Em específico para Empresário Individual (EI), Sociedade Limitada Unipessoal (SLU), Sociedade Limitada com apenas um sócio e sem necessidade de capital mínimo e Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (Eireli).

Conforme o secretário de Desenvolvimento Econômico de Mato Grosso, César Miranda, as melhorias oferecidas a quem pretende oficializar um negócio no Estado tem impulsionado essa evolução.

“O Governo do Estado tem atuado de forma sistemática para fomentar a economia local e gerar empregos. Para isso foram ofertadas novas ferramentas que possibilitam esse crescimento empresarial. E os mato-grossenses tem acreditado nessa parceria e investido em novos empreendimentos. Os números estão aí para comprovar”, ressalta Miranda.

Fonte: Olhar Agro & Negócios
COMPARTILHE!