Bem-vindo(a). Hoje é - Alta Floresta - MT
Anúncio Anúncio

Gordini elétrico? Renault teve sedã com bateria em 59

Curta nossa página e receba notícias em primeira mão!

gordini eletrico 1

O Renault Kwid E-Tech chegou e a marca francesa já tinha por aqui o Zoe, sua primeira proposta elétrica para o consumidor comum, ainda que outras existissem anteriormente para parceiros e frotistas.

Contudo, muito antes de Fluence ZE, Kangoo ZE, Twizy ou mesmo o mais recente Megane E-Tech, a Renault produziu parcialmente durante cinco anos um modelo elétrico clássico.

Lá fora ele era conhecido como Renault Dauphine, aqui era chamado Gordini, aquele do “Leite Glória”.

gordini eletrico 2

Com nome de Renault Dauphine Kilowatt, o pequeno sedã não foi criado para os franceses, que nessa época nem vislumbravam a ideia de comprar um carro elétrico.

Aliás, nem mesmo no país de destino do Dauphine Kilowatt, os EUA.

Tudo começou com Russell Feldman, presidente da National Union Electric Corporation. A empresa era dona das baterias Exide e da fabricante de carroceria Henney.

Nos EUA, o Dauphine Kilowatt ficou conhecido como Henney Kilowatt.

Feldman encomendou 100 carrocerias do Dauphine à Renault e as equiparia com motor elétrico traseiro, assim como com as baterias Exide, mas apenas 37 foram concluídos.

gordini eletrico 6

A escolha do Dauphine se deu por ser muito mais leve que os carros americanos, gigantes nessa época, bem como também pelo excedente do produto para os states.

Assim como outras marcas estrangeiras, a Renault lutava para vender o Dauphine aos americanos, mas estava difícil.

Com 14 baterias de chumbo-ácido de 6V cada, o Henney Kilowatt tinha autonomia de 75 km, tendo até um medidor de consumo de energia residencial no cofre dianteiro.

Com velocidade limitada a 80 km/h, o Gordini elétrico pesava entre 950 e 1.100 kg.

gordini eletrico 3

Apesar de arcaico, o Henney Kilowatt recebeu ajuda posterior dos Laboratórios Bell e ganhou um dispositivo eletrônico que gerenciava o funcionamento.

Outro ponto que tornava o Kilowatt diferente era que podia recuperar parte da energia durante frenagens, após essa atualização.

Infelizmente, as tentativas de alugar aos consumidores deram errado, sendo o Henney Kilowatt vendido (32 carros) às empresas do setor de energia.

Agora são os descendentes desse Gordini elétrico atuando em concessionárias de energia pelo Brasil e na hidrelétrica da Itaipu Binacional.

Renault Dauphine Kilowatt e Henney Kilowatt – Galeria de fotos

gordini eletrico 1
gordini eletrico 2
gordini eletrico 3
gordini eletrico 4
gordini eletrico 5
gordini eletrico 6

[Fonte: L’Argus/Renault]

Notícias Automotivas
Read More

COMPARTILHE!