Bem-vindo(a). Hoje é - Alta Floresta - MT
Anúncio Anúncio

Problemas rebaixam São Clemente mesmo com homenagem a Paulo Gustavo

Curta nossa página e receba notícias em primeira mão!

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – A homenagem da São Clemente ao humorista Paulo Gustavo, morto no ano passado pela Covid-19, conseguiu reunir um verdadeiro time de estrelas, mas não foi o bastante para superar os erros que custaram seu rebaixamento no Carnaval do Rio.

Mesmo banhada pela comoção em torno da homenagem a Paulo, a escola do bairro de Cidade Nova acabou sofrendo nas mãos dos jurados após enfrentar diversos problemas em sua apresentação na noite de sexta.

Antes mesmo do início do desfile, a parte de cima do carro abre-alas bateu em um viaduto, quebrando alguns dos enfeites e detalhes da alegoria.

Na comissão de frente, mais problemas: a alegoria que trazia Déa Lúcia, mãe do humorista, entrou na Sapucaí totalmente apagada. A fantasia de uma das integrantes rasgou e o cortinado da alegoria acabou desabando.

Todos os problemas causaram um atraso no início do desfile, o que acabou prejudicando o andamento da escola que precisou correr para atravessar a avenida a tempo.

ESTRELAS EM TRIBUTO

Além da mãe de Paulo Gustavo, a São Clemente reuniu o viúvo do humorista, Thales Bretas, e vários de seus amigos famosos no desfile. Marcelo Adnet, Fábio Porchat, Heloísa Perissé e Ingrid Guimarães foram apenas alguns dos que prestaram tributo a Paulo.

Tatá Werneck, também prevista para estar na Sapucaí, acabou não conseguindo encarar a avenida. “Tentei participar do desfile, mas por diversos motivos não consegui. Infelizmente nem sempre as coisas saem como planejamos. Tenho certeza de que Paulo viu meu esforço”, lamentou a atriz no Instagram.

A última alegoria da escola trazia a encenação de um protesto na rua “Paulo Gustavo” em Niterói. Os manifestantes pediam por mais vacinas e levantam placas de “Viva o SUS”. Paulo morreu antes de ter a chance de se vacinar contra a Covid.

Notícias ao Minuto Brasil – Brasil
Read More

COMPARTILHE!