Bem-vindo(a). Hoje é - Alta Floresta - MT
Anúncio Anúncio

Renault: participação menor na Nissan para elétricos

Curta nossa página e receba notícias em primeira mão!

renault megane e tech electric vazado 1

A Renault quer criar uma divisão apenas para carros elétricos, seguindo uma tendência no setor automotivo de separação das operações que são mais lucrativas.

Nos EUA, por exemplo, a Ford decidiu separar suas operações de carros elétricos do restante da companhia.

Outra separação recente foi da Daimler Trucks com a Mercedes-Benz Cars & Vans, inclusive com a saída desta última da sede no ABC para São Paulo.

Pode ser que a Mercedes-Benz, nos próximos anos, separe a operação EQ do restante da operação de carros e vans, também direcionando suas ações para obter mais capital.

Já no caso da Renault, a intenção é criar uma empresa focada apenas em carros elétricos e com expectativa de estar listada nas bolsas de valores a partir do segundo semestre de 2023.

Contudo, fazer a separação da Renault para uma Renaulution, provável nome da companhia que venderá somente carros elétricos, exigirá fundos que a montadora não tem agora.

Para isso, a Renault considera rever sua participação na Nissan de modo a obter o dinheiro necessário para fazer a separação.

renault megane e tech electric 5

Mesmo assim, a Renault ainda precisará da aprovação da parceira Nissan para rever sua posição na Aliança e obter os fundos.

Para competir com Tesla e Volkswagen, a Renault precisa de uma empresa mais limpa, sem os riscos de operações com produção de motores e carros comuns, especialmente após o caso da Rússia.

Como vem focando forte em carros elétricos, baterias e motores elétricos, a Renault se tornou um dos players com maior potencial de crescimento no cenário dos carros elétricos no futuro.

Num formato enxuto, apenas com a propulsão elétrica, a Renault conseguirá certamente obter muito mais dinheiro com a negociação de suas ações.

Tendo registrado receita acima do esperado para o primeiro trimestre, a Renault está num bom momento – apesar da Rússia – e a informação sobre sua intenção já fez suas ações subirem 5% em Paris.

A Renault não comentou o assunto e a Nissan tão pouco…

[Fonte: Bloomberg via Reuters]

 

 

Notícias Automotivas
Read More

COMPARTILHE!