Bem-vindo(a). Hoje é - Alta Floresta - MT
Anúncio Anúncio

Pesquisa aponta que 78% são considerados pequenos pecuaristas em Mato Grosso

Curta nossa página e receba notícias em primeira mão!

O setor da pecuária em Mato Grosso é formado, em sua maioria, por pequenos e médios produtores, com até mil cabeças de gado, os responsáveis por manter a atividade no Estado, que tem o maior rebanho bovino do Brasil, aponta a pesquisa realizada pelo Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea), que entrevistou 409 pecuaristas em Mato Grosso, nas sete macrorregiões, em 93 municípios. Juntos, eles criam 356 mil cabeças de bovinos.

A pesquisa aponta que 78% dos entrevistados declararam ter rebanho de até 1 mil cabeças de gado, enquanto somente 6% afirmaram criar mais de 3 mil bovinos. O sistema de produção mais realizado pelos pecuaristas em Mato Grosso é a recria/engorda.

A maioria das propriedades com bovinos em Mato Grosso tem até 500 hectares. Ou seja, 58% dos pecuaristas entrevistados têm uma pequena propriedade. Grandes fazendas, acima de 10.001 hectares, representam apenas 2% dos entrevistados.

A pesquisa identificou ainda que o perfil do pecuarista de Mato Grosso é formado por pessoas de 46 a 65 anos, que estão na atividade entre 11 e 35 anos. A respeito do grau de ensino dos pecuaristas, 45%, têm ensino superior, enquanto apenas 7% têm ensino básico.

Para o presidente da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), Oswaldo Pereira Ribeiro Júnior, a pesquisa demonstra a importância dos pequenos produtores da cadeia bovina da carne e a necessidade de levar ferramentas para que o produtor possa produzir uma carne de melhor qualidade e ter maior rentabilidade.

A pesquisa, divulgada hoje, foi entre setembro e outubro passado, por telefone, com os pecuaristas de Mato Grosso. A escolha do produtor foi feita de maneira aleatória, sendo que a distribuição entre as regiões foi feita de acordo com a quantidade de propriedades por região, conforme o Censo Agropecuário 2017 do IBGE.

Agronotícias – Só Notícias
Read More

COMPARTILHE!