Bem-vindo(a). Hoje é - Alta Floresta - MT
Anúncio Anúncio

Hulk se torna maior artilheiro do novo Mineirão, e Atlético-MG supera a Caldense

Hulk se torna maior artilheiro do novo Mineirão, e Atlético-MG supera a Caldense
Nos siga no Instagram para receber as notícias em primeira mão!

Em jogo histórico para Hulk, o Atlético-MG saiu na frente da Caldense por uma vaga na final do Campeonato Mineiro. Na tarde desta quarta-feira, o atacante marcou os dois gols na vitória alvinegra por 2 a 0, no Mineirão, no jogo de ida da semifinal. Além de se isolar na artilharia estadual, com oito gols, deixou para trás Arrascaeta, hoje no Flamengo, e se tornou o maior goleador desde que o Mineirão foi reformado para receber a Copa do Mundo de 2014, com 32 gols.

A partida de volta está marcada para o próximo domingo, às 18 horas, mais uma vez no Mineirão. O Atlético-MG pode perder por até dois gols de diferença para chegar na final e enfrentar quem passar da outra semifinal, disputada entre Athletic Club e Cruzeiro.

Mesmo com inúmeros desfalques, o Atlético-MG começou em cima da Caldense, mas tinha dificuldades para criar lances de perigo. Até que precisou o zagueiro Réver se aventurar no ataque para o placar ser aberto no Mineirão, aos 26 minutos.

Réver roubou a bola ainda no meio de campo e lançou para Ademir, que bateu na saída de Renan Rinaldi. O goleiro fez a defesa parcial, mas Hulk mostrou oportunismo para marcar seu sétimo gol no Mineiro e se isolar na artilharia do campeonato.

Mais solto, o Atlético-MG quase ampliou na sequência. Guga cruzou e Nacho Fernández, com o gol aberto, perdeu chance incrível ao desviar rente a trave. Aos 37 minutos, Hulk caiu na área após dividida com Jonathan Costa. O árbitro mandou o lance seguir, mas voltou atrás após consultar o VAR e assinalou pênalti, convertido pelo artilheiro.

O Atlético-MG quase ampliou no começo do segundo tempo. Réver mais uma vez lançou para a área, Renan Rinaldi saiu mal e Jair se antecipou. A cabeçada saiu por cima. Aos dez minutos foi a vez de Ademir assustar. O chute explodiu na trave.

A partida ficou aberta a partir dos 20 minutos. Em uma saída errada da zaga da Caldense, Eduardo Sasha e Ademir pararam em Renan Rinaldi. No contra-ataque, Kaíque recebeu na cara de Everson, mas bateu mal pela linha de fundo.

Com a vitória construída, o Atlético-MG diminuiu um pouco o ritmo e quase viu a Caldense diminuir no fim do jogo. Filipe Souza ficou com a sobra do escanteio e soltou a bomba de fora da área. Everson fez grande defesa ao espalmar para o lado.

Notícias ao Minuto Brasil – Esporte
Read More

COMPARTILHE!