Bem-vindo(a). Hoje é - Alta Floresta - MT
Anúncio Anúncio

Renault: flagra na Romênia pode ser o SUV brasileiro?

Renault: flagra na Romênia pode ser o SUV brasileiro?
Nos siga no Instagram para receber as notícias em primeira mão!

dacia crossover 1 1

Um recente flagrante na Romênia pode ter revelado ao mundo a nova proposta de crossover tanto da Dacia quanto da Renault.

O carro visto nas ruas do país eslavo parece inicialmente um Dacia Sandero Stepway camuflado, porém, observando as lanternas e a frente diferente, nota-se que é outra coisa.

Ainda que a carroceria seja a mesma, a frente é completamente diferente, com conjunto ótico rebaixado em altura e luzes diurnas em separado dominam a parte superior do frontal.

Poderia ser um Sandero Stepway para o mercado turco? Poderia, porém, as mudanças são profundas demais para isso, uma vez que o Taliant leva o estilo Renault e na proporção que já conhecemos.

dacia crossover 4

Assim, se o sedã compacto turco é um Dacia Logan de nova geração, não haveria porque o Stepway da Ásia Menor diferir do modelo romeno.

O que parece, vendo tanto as imagens, quanto o vídeo, é que o carro em questão é uma nova proposta de crossover da Renault-Dacia, que pode ainda ser vendido por aqui.

Como se sabe, a Renault anunciou um SUV compacto sobre a plataforma modular CMF-B e com motor 1.0 TCe Flex.

Olhando para este “novo” carro sendo testado na Romênia, podemos reunir as informações acima sem problema algum.

dacia crossover 3

Tanto plataforma quanto motor estão no carro testado, sendo o H4Dt um propulsor de três cilindros de origem Renault-Nissan com 12V, turbo e injeção direta de combuistível.

A arquitetura é a mesma do H5Ht, o 1.3 TCe usado nos Duster, Captur e Oroch brasileiros, sendo ainda o conhecido M282 da Mercedes-Benz, como do GLB 200, por exemplo.

Na Dacia, o 1.0 TCe tem 90 ou 100 cavalos, dependendo do combustível, mas sua calibração pode ser aumentada e o número 120 seria interessante para a proposta brasileira.

dacia crossover 2 1

Com bom torque em rotação baixa, ele mudará a cara da Renault aqui e como os novos Logan e Sandero estão longe da realidade nacional, devido à busca por valor agregado, esse crossover pode servir.

Isso porque se a Renault já chama o Kwid de “SUV dos compactos”, esse crossover faria mais jus à visão da marca sobre a designação…

A Renault aproveitaria ainda a estrutura do Sandero de nova geração e isso não impactaria nos planos que já vinham sendo feitos aqui, até a mudança de postura em Paris.

Será o próximo SUV da Renault no Brasil? O que você acha disso?

[Fonte: Francuskie]

Agradecimentos ao Rogério.

Notícias Automotivas
Read More

COMPARTILHE!