Bem-vindo(a). Hoje é - Alta Floresta - MT
Anúncio Anúncio

Com sotaque francês, Hembert comanda o São Paulo contra o Santos no Morumbi

Com sotaque francês, Hembert comanda o São Paulo contra o Santos no Morumbi
Nos siga no Instagram para receber as notícias em primeira mão!

Um carregado sotaque francês deve marcar as conversas entre a comissão técnica e os jogadores do São Paulo no clássico desta segunda-feira com o Santos, no Morumbi. Sem o técnico Rogério Ceni, suspenso por reclamação, o auxiliar Charles Hembert deverá comandar o time pela primeira vez. O parisiense quer ampliar a sequência de sete vitórias do São Paulo no Morumbi. O time santista, um dos líderes da competição, ainda não venceu como visitante.

O clássico será uma espécie de estreia à beira do gramado. Escudeiro de Ceni em todos os clubes (São Paulo, Cruzeiro, Fortaleza e Flamengo), Charles vai dirigir o time pela primeira vez desde outubro do ano passado, quando iniciaram a segunda passagem pelo tricolor paulista. No Fortaleza, Hembert substituiu o chefe em dois jogos, mas perdeu ambos. “Eu aprendo com ele todos os dias. É uma relação forte, de concordar, não concorda, mas é assim que crescemos. É uma relação positiva que ajuda a encontrar as vitórias”, declarou o auxiliar em entrevista no ano passado.

Charles Alexandre Patrice Francis Hembert confessa que era chamado apenas “Francês” pelos jogadores do Flamengo em 2021. Ele conheceu Rogério Ceni na Copa América Centenário, nos EUA, quando o ídolo são-paulino foi o auxiliar pontual do técnico Dunga. Hembert trabalhava na Pitch International, organizadora dos amistosos da seleção brasileira. Assim que recebeu uma proposta do São Paulo, Ceni chamou o recém-conhecido para ser seu companheiro.

Neste jogo, o francês vai seguir os planos traçados por Ceni para o clássico. O principal deles é escalar um time descansado, com condições para fazer um jogo de intensidade. Na semana passada, alguns titulares foram poupados do confronto pela Copa Sul-Americana na Bolívia.

Hembert tem a seu lado um ótimo retrospecto do São Paulo como mandante. São sete vitórias seguidas no Morumbi. No Campeonato Brasileiro, o momento é de tentar engrenar. Até agora foram uma vitória, um empate e uma derrota.

O Santos, um dos melhores do torneio, vê no clássico a oportunidade de melhorar seu desempenho como visitante. Em 12 jogos no ano, foram apenas duas vitórias, além de seis empates e quatro derrotas.

Com o técnico Fabián Bustos, o retrospecto é mais preocupante: o time ainda não venceu fora da Vila. Em seis partidas, são três empates e três derrotas. Para reverter a situação, o argentino cobra mais efetividade, principalmente na criação e conclusão. Nesse contexto, o retorno de Marcos Leonardo, artilheiro do time na temporada, pode ajudar.

Notícias ao Minuto Brasil – Esporte
Read More

COMPARTILHE!