Bem-vindo(a). Hoje é - Alta Floresta - MT
Anúncio Anúncio

Palmeiras joga na Bolívia por classificação antecipada às oitavas da Libertadores

Palmeiras joga na Bolívia por classificação antecipada às oitavas da Libertadores
Nos siga no Instagram para receber as notícias em primeira mão!

Dono de uma série de recordes na Libertadores, como a maior invencibilidade como visitante e o time brasileiro que mais vezes venceu na história do torneio, o Palmeiras joga nesta terça-feira, às 21h30 (de Brasília), com o pensamento de garantir sua classificação antecipada às oitavas de final. Precisa apenas derrotar o frágil Independiente Petrolero, em Sucre, cidade boliviana que fica a 2.800 metros acima do nível do mar.

Líder do Grupo A, com campanha perfeita, isto é, três vitórias em três partidas, o Palmeiras avançará ao mata-mata da Libertadores pela sexta vez consecutiva caso ganhe do rival boliviano, lanterna da chave, com somente um ponto. Se empatar, torce para não haver vencedor em Deportivo Táchira x Emelec, também nesta terça, mas mais cedo, às 19h15, na Venezuela.

Quase classificada, a equipe de Abel Ferreira também está de olho em assegurar a melhor campanha geral da fase de grupos, que lhe dá o direito de decidir em casa até a semifinal. A decisão é disputada em campo neutro e jogo único. Neste ano, será em Guayaquil, no Equador.

Foi sobre o Petrolero que, há menos de um mês, o Palmeiras aplicou sua maior goleada na história da Libertadores: 8 a 1 com show de Rafael Navarro, autor de quatro gols, e Raphael Veiga, que foi às redes com duas pinturas. O jogo em Sucre também é oportunidade para o atual campeão continental ampliar sua série invicta de 17 partidas seguidas sem ser derrotado como visitante na competição.

O time alviverde é, portanto, favorito contra o adversário que tem o ex-palmeirense Cristaldo no ataque. No entanto, é provável que encontre mais dificuldades diante do rival da Bolívia em razão da incômoda altitude que enfrentará no Estádio Olímpico Patria, em Sucre. Para se adaptar à condição climática, a delegação viajou no domingo para Sucre, onde fez um treinamento antes do jogo.

A sequência desgastante de partidas faz a comissão técnica promover um rodízio no time titular. Isso se repetirá na Bolívia. Jogarão os que estão menos cansados. Nos três duelos que fez na Libertadores, a equipe atuou com mais reservas do que titulares. Como a situação é confortável na competição, Abel pode continuar preservando atletas importantes.

Notícias ao Minuto Brasil – Esporte
Read More

COMPARTILHE!