Bem-vindo(a). Hoje é - Alta Floresta - MT
Anúncio Anúncio

Confira quem pode tomar a 4ª dose da vacina contra Covid a partir desta segunda (6) em SP

Confira quem pode tomar a 4ª dose da vacina contra Covid a partir desta segunda (6) em SP
Nos siga no Instagram para receber as notícias em primeira mão!

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – A aplicação da segunda dose de reforço da vacina contra a Covid-19 (ou quarta dose) para pessoas a partir de 50 anos e profissionais de saúde adultos, independente da idade, começa nesta segunda-feira (6) no estado de São Paulo.

Somente na capital paulista, cerca de 1,5 milhão de pessoas têm direito a reforçar a imunização contra o novo coronavírus.
Segundo a Secretaria Municipal da Saúde, o público-alvo atendido pelas novas etapas da vacinação é composto por 943 mil pessoas entre 50 e 60 anos, além de cerca de 600 mil profissionais da área de saúde.

Para receber esse novo reforço é preciso ter tomado a vacina anterior há pelo menos quatro meses.

Até então, a quarta dose estava sendo aplicada para pessoas a partir de 60 anos e imunossuprimidos a partir de 18 anos -pessoas em tratamento contra o câncer, transplantados, pacientes que fazem hemodiálise e soropositivos para HIV, por exemplo.

Os imunossuprimidos precisam apresentar comprovante de condição de risco, como receitas, relatórios físicos ou digitais, fotografia em celular, e outras formas desde que com identificação do paciente, CRM com carimbo do médico e na validade de anos de emissão.

A Secretaria Estadual da Saúde disse que começa a distribuir doses para municípios paulistas nesta segunda-feira e que espera pela chegada de mais vacinas do Ministério da Saúde.
A aplicação de mais um reforço na vacinação contra o novo coronavírus começa após autorização do governo federal, no sábado (4).

“As novas orientações da pasta, publicadas em duas notas técnicas, consideram a necessidade de reforçar a imunização nessa faixa etária e para os trabalhadores que estão na linha de frente dos serviços de saúde, com maior risco de contaminação”, afirmou o ministério.

Segundo o ministério, podem ser usadas vacinas Pfizer, Janssen e Astrazeneca, independentemente da dose aplicada anteriormente.

A liberação da quarta dose para o grupo com 50 anos ou mais tinha sido anunciada pelo ministro da saúde, Marcelo Queiroga, na quinta-feira (2) após evento da pasta.

Na cidade de São Paulo, a vacina da gripe também estará disponível para pessoas com mais de 50 anos a partir desta segunda-feira.

A terceira dose está disponível para pessoas a partir de 12 anos.

Idosos com alto grau de imunossupressão, maiores de 60 anos e que tenham tomado a segunda dose de reforço há pelo menos quatro meses podem tomar a quinta dose.

Até este sábado, a cidade de São Paulo já havia aplicado cerca de 32 milhões de doses de vacina contra a Covid-19.

Em todo o estado, 87% do público-alvo tomou ao menos duas doses. No caso de crianças de 5 a 11 anos, o índice é menor, pois apenas 60,36% estão com o ciclo completo.

Na capital paulista, as 470 UBSs (Unidades Básicas de Saúde) vão estar abertas das 7h às 19h. O município também tem outros pontos de vacinação.

Para ser vacinado é preciso levar documento de identidade e comprovante de vacinação, que pode ser físico ou virtual.

No caso dos profissionais de saúde, também é necessário levar crachá, holerite ou declaração da empresa onde trabalha. Também será aceito diploma ou carteira de conselho de classe.

Na última terça-feira (31), a secretaria estadual afirmou que 2,7 milhões de pessoas não haviam voltado ainda aos postos de vacinação no estado para tomar a segunda dose da injeção.

No caso da terceira dose, ou a primeira de reforço, há cerca de 10 milhões que já poderiam ter sido imunizados, mas não compareceram. No quase da quarta dose, o número é de 3,3 milhões de atrasados.

O reforço na vacinação ocorre diante de novo aumento nas internações de pacientes com o Covid-19.

Além dos postos da rede pública, a vacina contra a Covid-19 da AstraZeneca está sendo aplicadas em clínicas particulares e farmácias. O preço varia de R$ 229 a R$ 350.

Quem pode ser vacinado

​Crianças de 5 a 11 anos: 1ª e 2ª doses

Adolescentes de 12 a 17 anos e adultos até 49 anos: 1ª a 3ª doses

Pessoas a partir de 50 anos: 1ª a 4ª doses (após ao menos quatro meses depois da vacinação anterior)

​Pessoas com alto grau de imunossupressão com mais de 18 anos (1ª a 4ª dose, mas é preciso apresentar comprovação médica)

Idosos com alto grau de imunossupressão, maiores de 60 anos (1ª a 5ª dose)É preciso levar comprovantes de vacinação e de identidade.Fonte: Secretaria Municipal da Saúde

Fonte: Notícias Ao Minuto
Artigo extraído do site www.noticiasaominuto.com.br

COMPARTILHE!