Bem-vindo(a). Hoje é - Alta Floresta - MT
Anúncio Anúncio

De pênalti, Corinthians vence Goiás e segue na cola do Palmeiras no Brasileirão

De pênalti, Corinthians vence Goiás e segue na cola do Palmeiras no Brasileirão
Nos siga no Instagram para receber as notícias em primeira mão!

O Corinthians recebeu o Goiás neste domingo, no jogo das 16h (de Brasília), e venceu por 1 a 0, de pênalti, em partida válida pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro, na Neo Química Arena. O duelo iniciou uma série decisiva de jogos em casa.

Com o resultado, os comandados de Vítor Pereira, ainda na segunda colocação, chegaram aos mesmos 25 pontos do líder Palmeiras, que joga nesta segunda contra o São Paulo, no Morumbi. Já o Esmeraldino permaneceu na 16ª colocação, com 14 pontos.

Mesmo muito intenso e sem ceder espaços ao adversário, o Timão não conseguiu, de fato, uma finalização de perigo no primeiro tempo, até o momento que Róger Guedes chutou e Caio Vinícius colocou a mão na bola dentro da área. Na cobrança do pênalti, Fábio Santos converteu e colocou o time, merecidamente, à frente do placar.

No segundo tempo, o placar manteve-se inalterado, mas os visitantes reclamaram de um pênalti não marcado em cima de Pedro Raul. No mais, Gil saiu sentindo problema físico e Fagner voltou a jogar após 11 partidas fora por entorse no tornozelo. Ele fez sua estreia na competição na temporada.

Antes do duelo, torcedores de organizadas de ambos os clubes entraram em confronto na Marginal Tietê e 17 deles acabaram detidos. Nenhum precisou ser hospitalizado. No jogo, VP não pôde contar com Willian, que sentiu um problema muscular e foi cortado.

Agora, o Alvinegro tem uma sequência difícil dentro de casa: nesta quarta-feira, recebe o Santos pela ida das oitavas de final da Copa do Brasil, a partir das 21h30 (de Brasília). Depois, no sábado, recebe novamente o clube praiano, pelo Brasileirão, às 19h (de Brasília).

Por fim, na outra terça-feira, será a vez de enfrentar o Boca Juniors pelas oitavas da Libertadores. O Goiás também tem clássico pela Copa do BR, na quarta, contra o Atlético-GO, no Antônio Accioly, às 19h (de Brasília). No domingo, recebe o Cuiabá, às 18h (de Brasília), pelo Brasileiro.

O jogo – O Timão iniciou a partida de forma intensa, tentando buscar a todo momento seus atacantes, principalmente pela lateral-direita, com Rafael Ramos e Adson. Aos sete, Du Queiroz tentou um passe para dentro da área e a bola foi desviada, quase enganando Tadeu.

Aos 11 minutos, Róger Guedes chegou pela direita, cruzou rasteiro, obrigando o arqueiro esmeraldino a se esticar para desviar. A bola sobrou para Mantuan, que chutou com força e explodiu na zaga. Pouco depois, Renato Augusto desviou cobrança de escanteio na primeira trave e a bola sobrou para Guedes, que finalizou por cima do gol.

Em falta sofrida por Mantuan, Róger Guedes cobrou falta pelo lado esquerdo do ataque direto para o gol, mas a bola saiu por cima, aos 20 minutos. O Goiás, do outro lado, tentava esperar contra-ataques, mas o Alvinegro estava bastante atento, sem deixar espaços.

Pouco depois, Cássio cobrou tiro de meta acionando Guedes no campo de ataque, que acabou cercado pelo zagueiro adversário e tocou para Mantuan, que tentou passar por Diego, mas a bola acabou indo pela linha de fundo. Depois de uma intensa troca de passes, iniciada com Raul, passando por Renato, Guedes e Mantuan, Du Queiroz tentou chute de fora da área, mas a bola foi fraca pelo lado direito do gol. Na sequência, depois de bola alçada por Adson para dentro da área, Renato Augusto não conseguiu dominar, em uma boa chance do Corinthians.

Aos 31 minutos, em passe de Guedes para Adson, que chutou para a defesa de Tadeu. No rebote, Guedes chutou e o árbitro marcou pênalti após toque de mão de Caio Vinícius. Na cobrança, Fábio Santos converteu e abriu o placar na Neo Química Arena.

No retorno do intervalo, sem mudanças para o lado do Timão, Tadeu precisou sair do gol logo no início para impedir chute de Du Queiroz. Já o Goiás teve sua primeira chance no jogo todo em um chute de Fellipe Bastos, que entrou no lugar de Caio Vinícius, obrigando Cássio a fazer uma defesa.

Aos 13 minutos, Mantuan limpou a marcação, bateu colocado e quase fez um golaço, mas a bola passou ao lado da trave. A resposta veio com Pedro Raul, que recebeu cruzamento na segunda trave e cabeceou firme, mas a bola ficou com Cássio. Pouco depois, Róger Guedes tentou chute pelo lado direito e foi travado pela zaga.

O duelo caiu um pouco de produção, com o Goiás tentando chegar de alguma forma ao ataque. No primeiro lance, Pedro Raul reclamou de uma possível falta dentro da área cometida por Robson, que entrou no lugar de Gil, mas nada foi marcado. Pouco depois, falta cometida por Piton pelo lado direito, mas a zaga tirou e mandou para escanteio. Por fim, na cobrança, Cássio saiu de soco e deixou o gol livre, mas Pedro Raul mandou para fora.

Depois de 11 jogos fora, Fagner entrou no lugar de Rafael Ramos para ganhar minutagem, conforme VP já tinha adiantado durante a semana. Depois disso, porém, os donos da casa apenas administraram o placar.

Acesse o artigo original em > sonoticias.com.br
Fonte: Só Notícicas

COMPARTILHE!