Bem-vindo(a). Hoje é - Alta Floresta - MT

Dois casos do vírus mortal Marburg aparecem no Gana

Dois casos do vírus mortal Marburg aparecem no Gana
Nos siga no Instagram para receber as notícias em primeira mão!

Dois casos do vírus mortal Marburg, que é altamente contagioso, foram confirmados em Gana pelos serviços de saúde do país. 

As autoridades confirmaram as infecções depois do laboratório devolver os resultados positivos de dois homens, de 26 e 51 anos, que morreram no mês passado.

Todos os contatos das vítimas estão isolados e até agora nenhum desenvolveu sintomas.

Sobre a doença, sabe-se que a Organização Mundial da Saúde (OMS) considera que tem uma taxa média de mortalidade de 50% entre humanos. É uma doença grave, muitas vezes fatal, com sintomas que incluem dor de cabeça, febre, dores musculares, vómitos com sangue e hemorragias em diferentes zonas.

É transmitido por morcegos frugívoros e espalha-se entre humanos através de fluidos corporais e contato com roupa de cama e vestuário.

Este é o segundo surto recente de Marburg na África Ocidental. O primeiro caso na região foi detectado no ano passado, na Guiné, e não foram identificados mais entretanto. No total existiram 12 surtos desde 1967, quando o vírus foi descoberto na Alemanha e sete pessoas morreram.

Em outras partes do continente, surtos anteriores e casos esporádicos foram relatados em Angola, República Democrática do Congo, Quénia, África do Sul e Uganda. O surto mais mortal foi em 2005 em Angola quando morreram mais de 200 pessoas.

Segundo o chefe da OMS em África, Matshidiso Moeti, citado pela SkyNews, “as autoridades de saúde (ganenses) responderam rapidamente, começando a preparar-se para um possível surto”. Moeti acrescenta ainda que “sem ação imediata e decisiva, o Marburg pode facilmente sair do controle”.

O vírus Marburg começa subitamente com sintomas como febre alta, dor de cabeça intensa e dores musculares.

A OMS diz que “diarreia aquosa grave, dor abdominal e cólicas, náuseas e vómitos podem começar no terceiro dia”, seguido por “manifestações hemorrágicas graves” entre o quinto e o sétimo dia, podem incluir sangramento do nariz, gengivas e vagina.

A morte ocorre com mais frequência no oitavo ou nono dia após os sintomas e perda severa de sangue.

Existem medicamentos e terapias imunológicas para tratar Marburg que estão sendo desenvolvidos, mas ainda não existe uma vacina, embora a reidratação precoce e o tratamento dos sintomas possam melhorar as probabilidades de sobrevivência.

Artigo extraído do site noticiasaominuto.com.br

COMPARTILHE!
WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE