Bem-vindo(a). Hoje é - Alta Floresta - MT
Anúncio Anúncio

Encontraremos corpos por semanas, diz governador do Kentucky após enchentes

Encontraremos corpos por semanas, diz governador do Kentucky após enchentes
Nos siga no Instagram para receber as notícias em primeira mão!

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O governador do Kentucky, Andy Beshear, confirmou neste domingo (31) que o número de vítimas das enchentes que atingiram o estado americano nos últimos dias chegou a 26, incluindo ao menos quatro crianças. Ele repetiu a previsão de que a contagem de mortos deve crescer.

“Há estragos por toda a parte, com muitas famílias retiradas de casa e a previsão de mais chuva ao longo do dia”, escreveu no Twitter. “Sei de muitos corpos mais, sabemos que a contagem de vítimas vai crescer. Vamos encontrar corpos por semanas.”
Investigações iniciais apontavam ao menos mais duas crianças entre os mortos. Segundo o governador, deslizamentos de terra farão com que as vítimas sejam encontradas a quilômetros de onde morreram.

As chuvas torrenciais e as enchentes de agora são o segundo evento climático extremo a atingir o Kentucky num intervalo de sete meses. Em dezembro, a porção oeste do estado foi varrida por tornados que deixaram ao menos 74 mortos.

A soma dos desastres faz do Kentucky um dos principais alertas nos EUA do risco da emergência climática. Cientistas afirmam que a ocorrência cada vez maior de eventos climáticos cada vez mais extremos é uma consequência direta do aquecimento global.

À medida que as temperaturas aumentam, há mais evaporação, levando mais umidade para a atmosfera, que é liberada na forma de chuva. E, com mais eventos de precipitação extrema combinados com infraestruturas urbanas pouco adaptadas e precárias, maior é a chance de enchentes e inundações.

“A mudança climática é real”, havia dito o democrata Beshear na sexta (29). Ele estimou que a reparação dos danos causados pela combinação desses eventos extremos pode levar anos.

Neste domingo, as equipes de resgate trabalhavam indo de porta em porta, mas o clima instável, os cortes de energia e o serviço deficiente de linhas telefônicas dificultavam as operações. Com ruas que se tornaram rios e pontes avariadas, algumas áreas montanhosas estão inacessíveis.

As chuvas, que caem desde quarta (27), atingiram uma região mais pobre do estado, “onde as pessoas já não tinham muito”, segundo o governador. Com a água, o volume correndo nos rios subiu substancialmente -o nível do North Folk, na altura de Whitesburg, atingiu o recorde de 7 metros.

O serviço nacional de meteorologia emitiu alertas para novas enchentes para a manhã desta segunda (1º) nas porções sul e leste do Kentucky. Só neste domingo mais de 13 mil relatos de corte de energia foram reportados.

Na sexta o presidente Joe Biden declarou situação de desastre, permitindo empréstimos federais para ajudar nas operações de resgate e recuperação da região. Um dia antes, o governador já havia decretado estado de emergência.

As chuvas impactaram ainda partes do Tennessee e da Virgínia Ocidental -onde o governador Jim Justice decretou estado de emergência na quinta (28), para seis condados. Em Las Vegas, no estado de Nevada, ruas e cassinos também ficaram inundados.

Fonte: https://www.noticiasaominuto.com.br/rss/mundo
Artigo extraído do site Notícias Ao Minuto

COMPARTILHE!