Bem-vindo(a). Hoje é - Alta Floresta - MT
Anúncio Anúncio

Mulher acorda de coma e identifica irmão como agressor nos EUA

Mulher acorda de coma e identifica irmão como agressor nos EUA
Nos siga no Instagram para receber as notícias em primeira mão!

Wanda Palmer, de 51 anos, que estava em coma há dois anos nos Estados Unidos da América (EUA), acordou e identificou o seu irmão como o agressor.

A mulher acusou o irmão, Daniel de 55 anos, de a ter atacado na sua casa perto de Cottageville, no estado de Virgínia Ocidental, em junho de 2020. Segundo uma declaração das autoridades do Condado de Jackson, Palmer foi “atacada e deixada para morrer”.

Os agentes da polícia encontraram-na numa “posição vertical” no sofá com ferimentos graves que suspeitam ter sido feitos com um machado. O Xerife do Condado de Jackson, Ross Mellinger, disse à CNN que quando a polícia chegou, pensaram que a mulher estava morta, mas perceberam que ela ainda conseguia respirar.

Um vizinho admitiu ter visto o irmão de Palmer perto da sua casa por volta da meia-noite na noite anterior ao crime, contudo não há registros de chamadas telefônicas, imagens de vigilância ou outras testemunhas, referiu o xerife.

A polícia investigou várias pessoas, mas sem sucesso e nunca encontrou a arma do crime. Porém, após acordar, Palmer conseguiu responder a perguntas de sim ou não, o que resultou na detenção do irmão acusado de tentativa de homicídio. A mulher está agora consciente, mas é incapaz de ter manter um diálogo.

Artigo extraído do site noticiasaominuto.com.br

COMPARTILHE!