Bem-vindo(a). Hoje é - Alta Floresta - MT
Anúncio Anúncio

Técnico do Cuiabá admite fraco desempenho contra Coritiba e desabafa; “não faço milagres”

Técnico do Cuiabá admite fraco desempenho contra Coritiba e desabafa; “não faço milagres”
Nos siga no Instagram para receber as notícias em primeira mão!

O Cuiabá voltou a zona de rebaixamento, ontem, após sair derrotado em um confronto direto contra o Coritiba pelo Campeonato Brasileiro. O Dourado encerrou o primeiro turno na 17ª colocação com 20 pontos e apenas 35% de aproveitamento. Após a partida, o técnico António Oliveira se mostrou bastante preocupado com o desempenho da equipe, que não conseguiu acertar a meta do goleiro muralha durante os 90 minutos.

“Foi um jogo em que o Cuiabá conseguiu controlar com bola mas foi pouco efetivo e agressivo. Assumo a responsabilidade, mas hoje saio bastante desiludido, não só com o resultado, mas com algumas ações técnicas individuais, em que sem isso não existe futebol. O passe, a recessão, cruzamento, o chute, que foi praticamente inexistente. Fizemos oito, nenhum ao gol. O adversário fez quatro, dois no gol e marcou um. Não adianta ser organizado, controlar o jogo sem bola, ter muita posse e ferir poucas vezes o adversário. Na justiça do futebol, o adversário marcou e nós não fizemos, então parabéns ao Coritiba pelo resultado”, desabafou.

O português também falou sobre a falta de reforços, já que a diretoria do Dourado trouxe apenas o meio-atacante Gabriel Pirani e possui um acerto encaminhado com Guilherme Castilho do Atlético-MG. “Eu e aqueles que comigo trabalham somos ambiciosos, mas também temos que ser realistas. Já disse quais as condições para darmos um upgrade, para podermos ficar mais tranquilos. A equipe tem seu padrões, mas já disse mais de uma vez e vou continuar a dizer até que alguma coisa mude, acredito muito no trabalho, na organização, mas não faço milagres. Vamos continuar caminhando e consolidando cada vez mais o processo, mas eu gostaria de dar passos a mais”, disse.

Frustrado, o treinador falou sobre as derrotas para Goiás e o Coritiba, que são adversário diretos contra a zona da degola. “O Cuiabá tem que fazer pontos e ganhar jogos para sair dessa zona. Acho que os dois jogos (Goiás e Coritiba) saem totalmente da caixa, nos criam uma desilusão e uma frustração enorme, que foram equipes que praticamente nada fizeram para ganhar o jogo. Mas a justiça é o tanto de gols que um time faz. Honestamente, hoje merecemos aquilo que tivemos”, revelou.

Por fim, António falou sobre as dificuldades que o Dourado terá até o final da temporada. “O Cuiabá vai continuar com as mesmas dificuldades, vai ser muito desafiante até o final da temporada, e os jogos em casa começam a ficar determinantes e importantes para o desfecho que a diretoria e a torcida pretendem, que o Cuiabá continua junto dos grandes”, finalizou.

Fonte: https://www.sonoticias.com.br/category/agronoticias
Artigo extraído do site Só Notícias

COMPARTILHE!