Bem-vindo(a). Hoje é - Alta Floresta - MT
Anúncio Anúncio

Palmeiras perde do Athletico-PR com um a mais e depende de reação no Allianz para ir à final

Palmeiras perde do Athletico-PR com um a mais e depende de reação no Allianz para ir à final
Nos siga no Instagram para receber as notícias em primeira mão!

O Palmeiras largou em desvantagem na semifinal da Copa Libertadores. Nesta terça-feira, pelo jogo de ida, o Verdão acabou derrotado pelo Athletico-PR por 1 a 0 na Arena da Baixada. Mesmo com um a mais em boa parte da segunda etapa, os palmeirenses não conseguiram evitar a derrota. Alex Santana anotou o gol do Furacão.

Com o resultado, o Palmeiras perde a invencibilidade de 18 jogos na competição continental. O duelo de volta acontece na próxima terça-feira, às 21h30 (de Brasília), quando as equipes se enfrentam no Allianz Parque.

Para reverter o placar em casa e avançar à final no tempo regulamentar, o time de Abel Ferreira precisa vencer por dois gols de vantagem. Uma vitória palmeirense por um gol de diferença leva o confronto para os pênaltis. Já o Furacão joga pelo empate para garantir vaga na grande decisão.

As equipes voltam a campo já no próximo final de semana, em compromissos pelo Campeonato Brasileiro. No sábado, às 19h (de Brasília), o Palmeiras visita o Red Bull Bragantino em Bragança Paulista. No mesmo dia e horário, o Athletico-PR recebe o Fluminense na Arena da Baixada.

O duelo começou aberto na capital paranaense. O Palmeiras tentou controlar as ações nos minutos iniciais e criou a primeira boa oportunidade do jogo, aos 5. López tabelou com Dudu na entrada da área e finalizou de canhota, mas pegou mal e mandou para fora. A resposta dos mandantes veio no minuto seguinte, quando Alex Santana tentou de bicicleta, mas finalizou por cima.

Outra chegada perigosa do Athletico-PR aconteceu aos 14 minutos, quando Weverton fez grande defesa depois de Gustavo Gómez desviar cruzamento de Hugo Moura e quase mandar contra a própria meta.

Sempre segura, a defesa do Palmeiras passou a demonstrar insegurança ao ser exigida, e o Athletico-PR aproveitou para abrir o placar aos 22 minutos. Vitor Roque conseguiu pegar a sobra dentro da área, venceu Murilo e cruzou para Alex Santana, que dominou e finalizou rápido antes da chegada de Marcos Rocha para colocar o Furacão em vantagem.

Depois do gol do Furacão, o Palmeiras passou ter mais a bola, mas seguia com dificuldade para entrar na defesa adversária. O Verdão só voltou a assustar aos 42 minutos, quando Rony cruzou com veneno e López resvalou de cabeça, mas a bola saiu pela linha de fundo.

Depois do intervalo, o Palmeiras voltou sem mudanças, mas teve uma má notícia logo nos primeiros minutos. Raphael Veiga sentiu o tornozelo depois de dividida com Hugo Moura e precisou ser substituído por Bruno Tabata aos seis.

Mesmo sem o seu principal articulador, o Verdão seguiu com mais posse. Contudo, ainda não conseguia encontrar espaços perto da área adversária. O cenário ficou mais favorável a partir dos 24 minutos, quando Hugo Moura levou o segundo amarelo e foi expulso depois de colocar a mão na bola ao cair pedindo falta.

Em vantagem numérica, o Palmeiras aumentou o ritmo em busca do gol de empate. Aos 33 minutos, Piquerez cruzou na primeira trave, e Rony desviou de calcanhar para boa defesa de Bento. Depois disso, porém, o Athletico-PR conseguiu se fechar bem na defesa e impedir as chegadas do adversário.

Os minutos finais foram de tensão, com oito de acréscimos dados pelo árbitro Roberto Tobar. O Palmeiras precisou insistir nos cruzamentos e em chutes de fora da área, mas não teve êxito. A última chance veio em cobrança de escanteio, em cabeceio de Murilo, mas Bento fez defesa segura e garantiu a vitória dos paranaenses.

Fonte: https://www.sonoticias.com.br/category/agronoticias
Artigo extraído do site Só Notícias

COMPARTILHE!