Bem-vindo(a). Hoje é - Alta Floresta - MT
Anúncio Anúncio

Após marcar gol do Cuiabá contra o São Paulo, Deyverson pede respeito e desabafa: “não sou palhaço”

Após marcar gol do Cuiabá contra o São Paulo, Deyverson pede respeito e desabafa: “não sou palhaço”
Nos siga no Instagram para receber as notícias em primeira mão!

O atacante Deyverson foi o grande destaque do Cuiabá no empate por 1 a 1 contra o São Paulo, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro, na Arena Pantanal, no último domingo. Com pouco mais de 45 minutos em campo, o camisa 9 marcou o gol dos donos da casa, participou de uma confusão com os jogadores adversários e ainda desabafou na saída para o vestiário.

Logo aos cinco minutos de partida, Deyverson deslocou o goleiro Felipe Alves em cobrança de pênalti para abrir o marcador. Na comemoração, o atacante comemorou diante da torcida são-paulina, que arremessou alguns copos em direção ao gramado.

Na sequência, o jogador ainda fez algumas simulações e jogadas de efeito, que irritaram o adversário. Em entrevista após o fim do primeiro tempo, o jogador desabafou.

“Todo mundo já me conhece, sabe do meu temperamento. Estou tranquilo, jogando meu jogo, totalmente focado em ajudar o Cuiabá, meus companheiros. Quero mudar essa personalidade que as pessoas têm de mim, esse meu jeito lutador, provocador. Mas estou jogando um jogo limpo. Fazer coisa bonita no futebol faz parte. Se o futebol não tem coisa bonita, vai ser o quê? Robô? A gente tem que fazer sim embaixadinha, dar lençol”, disse ao Premiere.

“Rafinha me chamou de palhaço. Eu não sou palhaço, sou um grande profissional, fiz dois gols de títulos. Sou jogador, tenho filha, família e não vou levar desaforo para casa. Não sou palhaço, sou profissional. Quando tá ganhando, ele [Rafinha] não faz? Toquinho de cara virada, gracinha. Tem que ter respeito, independentemente da camisa”, completou.

Por outro lado, dentro de campo, Deyverson foi o grande destaque do primeiro tempo pelo Índice Footstats. Com um gol, dois dribles e duas faltas sofridas, o camisa 9 recebeu nota de 6,8. Porém, já amarelado, o atacante não voltou para o segundo tempo, dando lugar para Alesson.

Com um ponto acima da zona do rebaixamento, o Cuiabá busca uma recuperação no campeonato. Na próxima rodada, o Dourado visita o Internacional, no sábado, às 16h30 (de Brasília).

Fonte: https://www.sonoticias.com.br/category/agronoticias
Artigo extraído do site Só Notícias

COMPARTILHE!