Bem-vindo(a). Hoje é - Alta Floresta - MT
Anúncio Anúncio

Igor Gomes é expulso, Atlético-GO bate São Paulo e sai na frente na semi da Sul-Americana

Igor Gomes é expulso, Atlético-GO bate São Paulo e sai na frente na semi da Sul-Americana
Nos siga no Instagram para receber as notícias em primeira mão!

O São Paulo foi derrotado por 3 a 1 pelo Atlético-GO nesta quinta-feira, no Serra Dourada, pela ida da semifinal da Copa Sul-Americana. Jorginho, Shaylon e Léo Pereira balançaram as redes para os donos da casa. Luciano marcou o único gol tricolor no jogo marcado pela expulsão de Igor Gomes ainda no primeiro tempo e pela estreia do técnico Eduardo Baptista à frente do Dragão.

O meia revelado em Cotia comprometeu os planos do técnico Rogério Ceni para a partida ao dar um carrinho infantil em Edson Fernando nos minutos finais da etapa inicial já tendo um cartão amarelo. O árbitro não titubeou, marcou falta de Igor Gomes e o expulsou ao tirar o amarelo do bolso pela segunda vez e, consequentemente, o vermelho.

No jogo de volta, na próxima quinta-feira, no Morumbi, o Atlético-GO terá a vantagem de até perder por um gol de diferença que, ainda assim, avançará à grande final da Copa Sul-Americana. O São Paulo, por sua vez, precisará vencer por três gols de diferença para se classificar no tempo regulamentar. Um triunfo tricolor por dois gols de diferença leva a decisão para os pênaltis.

O São Paulo começou o jogo ligado e levando perigo ao gol do Atlético-GO. Logo aos cinco minutos, Reinaldo fez o cruzamento pela esquerda, Calleri deixou a bola passar, sobrando para Luciano, que, ao tentar dominar, viu ela escapar e sair pela linha de fundo, desperdiçando uma jogada promissora. Pouco depois, Igor Gomes inverteu para Reinaldo, que dominou e bateu com a perna direita, que não é a boa, mandando por cima do gol.

Mas, o Atlético-GO foi mais eficiente e abriu o placar logo na primeira vez em que agrediu o adversário. Aos dez minutos, Dudu tabelou com Marlon Freitas, recebendo em profundidade, e cruzou rasteiro para Jorginho completar de primeira e colocar os donos da casa em vantagem no Serra Dourada.

Daí em diante o São Paulo foi para cima e empatou a partida aos 23 minutos. Reinaldo fez o desarme, e a bola sobrou para Rodrigo Nestor, que foi conduzindo e cruzou na medida para Luciano cabecear no cantinho, sem chances para Renan, deixando tudo igual.

Antes do apito final, porém, o São Paulo sofreu um golpe duro. Aos 40 minutos, Igor Gomes, em um lance infantil, chegou atrasado, de carrinho, e cometeu falta em Edson Fernando, recebendo o seu segundo cartão amarelo e acabando expulso pelo árbitro Jesús Valenzuela, fato que comprometeu todo o segundo tempo do Tricolor, que teve de jogar mais da metade da partida com um homem a menos.

Antes do intervalo o técnico Rogério Ceni promoveu as entradas de Patrick e Welington nas vagas de Ferraresi e Reinaldo, respectivamente, para tentar compensar a ausência de Igor Gomes, só que a superioridade numérica do Atlético-GO fez diferença e os donos da casa retomaram a vantagem aos 11 minutos. Marlon Freitas fez o cruzamento pela direita, Jandrei saiu do gol para interceptar, mas caçou borboleta, e Shaylon acabou completando para o fundo das redes, fazendo prevalecer a “Lei do Ex” no Serra Dourada.

Posteriormente, com as entradas de Gabriel Neves e Marcos Guilherme, o São Paulo até passou a marcar presença no ataque em busca do empate, mesmo com um a menos, mas o Atlético-GO novamente foi mais eficiente e em uma jogada de velocidade matou o jogo. Arthur deu enfiada de bola para Léo Pereira, que deixou Diego Costa para trás, invadiu a área e bateu no cantinho, vencendo Jandrei.

Nos minutos finais, coube ao Atlético-GO apenas administrar a ótima vantagem construída no jogo para se aproximar da tão sonhada final da Copa Sul-Americana, mesmo tendo demitido seu treinador no último fim de semana e contando com um novo técnico, Eduardo Baptista, há apenas quatro dias.

Fonte: https://www.sonoticias.com.br/category/agronoticias
Artigo extraído do site Só Notícias

COMPARTILHE!