Bem-vindo(a). Hoje é - Alta Floresta - MT
Anúncio Anúncio

Palmeiras leva empate e é eliminado pelo Athletico-PR na semifinal da Copa Libertadores

Palmeiras leva empate e é eliminado pelo Athletico-PR na semifinal da Copa Libertadores
Nos siga no Instagram para receber as notícias em primeira mão!

Caiu o atual bicampeão da Copa Libertadores. Na noite desta terça-feira, o Palmeiras ficou no empate em 2 a 2 com o Athletico-PR e acabou eliminado da competição na fase semifinal depois de perder o jogo de ida por 1 a 0.

O Verdão chegou a abrir 2 a 0, com Scarpa e Gustavo Gómez, mas o Furacão chegou ao empate com Pablo e Terans. Com Murilo expulso no final da primeira etapa, a equipe de Abel Ferreira jogou todo o segundo tempo em desvantagem numérica.

Agora, o Athletico-PR espera o vencedor do confronto entre Flamengo e Vélez Sarsfield para conhecer o seu adversário na grande decisão, que está marcada para o dia 29 de outubro, em Guayaquil, no Equador.

Eliminado, o Palmeiras agora volta o foco ao Campeonato Brasileiro, pelo qual enfrenta o Juventude, neste sábado, às 21h (de Brasília), no Allianz Parque. Já o Athletico-PR entra em campo no domingo, às 11h (de Brasília), quando visita o Avaí, na Ressacada.

O Palmeiras começou o jogo em ritmo forte, e precisou de apenas dois minutos para acabar com a vantagem do adversário. Zé Rafael puxou ataque em velocidade e cruzou rasteiro. A zaga do Athletico-PR falhou, e Gustavo Scarpa aproveitou a sobra para colocar o Verdão em vantagem no Allianz Parque.

Determinado a reverter o placar da ida para conseguir a classificação, o Palmeiras chegou com perigo pouco depois, aos oito minutos, mas Bento fez boa defesa e impediu que o cruzamento de Scarpa chegasse em Rony.

Aos poucos, o Athletico-PR conseguiu se defender melhor e impedir as chegadas de maior perigo dos mandantes. O duelo ficou truncado no meio de campo, com poucas oportunidades claras. Ainda assim, o Palmeiras chegou com perigo novamente aos 35, quando Marcos Rocha ganhou da marcação dentro da área e tocou para Rony, que foi travado na finalização e viu Bento fazer defesa tranquila.

O Palmeiras dominava a primeira etapa e chegou a produzir para descer ao intervalo com vantagem maior. Contudo, aos 45 minutos, a equipe perdeu Murilo, que foi expulso por dar uma solada em dividida com Canobbio.

Para a segunda etapa, Abel Ferreira voltou com Luan na vaga de Bruno Tabata, para preencher o buraco na defesa. Em vantagem numérica, o Athletco-PR passou a ter mais a bola nos primeiros minutos, mas não conseguiu transformar o volume em boas oportunidades. Por outro lado, o Palmeiras chegou ao segundo gol na primeira oportunidade de ataque. Aos nove minutos, Marco Rocha cobrou lateral na área, e Gustavo Gómez desviou de cabeça para encobrir o goleiro Bento.

Com a necessidade de melhor a produção ofensiva, o auxiliar Paulo Turra colocou Pablo na vaga do volante Erick, e a substituição funcionou. Aos 18, o atacante aproveitou recebeu de Vitor Roque na pequena área e finalizou para diminuir para o Furacão e igualar o placar agregado.

Com isso, o duelo ficou aberto e as boas oportunidades voltaram a aparecer. Aos 24 minutos, Vitinho bateu colocado da entrada da área e por pouco não atonou um golaço. A resposta do Verdão veio em contra-ataque aos 27, mas Bento fez grande defesa na finalização de Gabriel Menino.

Já na reta final, o Athletico-PR seguia com mais posse, mas tinha dificuldade para furar a defesa palmeirense. Assim, foi apenas com um chute de fora da área que os paranaenses chegaram ao gol da classificação. Aos 39, David Terans arriscou de longe, a bola desviou em Piquerez e impediu qualquer chance de defesa de Weverton.

Os minutos finais foram de tensão no Allianz Parque, com o Palmeiras todo instalado no campo de ataque em busca de um gol para ao menos levar o confronto para os pênaltis. Contudo, o Athletico-PR conseguiu se fechar e garantir a classificação para a final da Libertadores depois de 17 anos.

Fonte: https://www.sonoticias.com.br/category/agronoticias
Artigo extraído do site Só Notícias

COMPARTILHE!