Bem-vindo(a). Hoje é - Alta Floresta - MT
Anúncio Anúncio

Políticos repudiam tentativa de disparo contra Cristina Kirchner

Políticos repudiam tentativa de disparo contra Cristina Kirchner
Nos siga no Instagram para receber as notícias em primeira mão!

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Uma série de figuras políticas se pronunciou sobre a tentativa de disparo contra a vice-presidente argentina Cristina Kirchner nesta quinta (1º).

A política chegava em sua casa no bairro da Recoleta, em Buenos Aires, quando um homem identificado como o brasileiro Fernando Sabag Montiel aparentemente tentou disparar contra ela. Imagens publicadas nas redes sociais mostram o momento de diversos ângulos.

Leia abaixo a repercussão.

MAURÍCIO MACRI, EX-PRESIDENTE DA ARGENTINA

Meu repúdio absoluto ao ataque sofrido por Cristina Kirchner, que felizmente não teve consequências para a vice-presidente. Esse gravíssimo incidente exige um esclarecimento imediato e profundo por parte da Justiça e das forças de segurança.

NICOLÁS MADURO, DITADOR DA VENEZUELA

Enviamos nossa solidariedade à vice-presidente ante o atentado contra a sua vida. Repudiamos energeticamente essa ação que busca desestabilizar a paz do povo argentino, nosso irmão. A Pátria Grande está com você, companheira!

MIGUEL DÍAZ-CANEL, LÍDER DO REGIME DE CUBA

De Cuba, consternados com a tentativa de assassinato de Cristina Kirchner, enviamos toda a nossa solidariedade à vice-presidente, ao governo e ao povo argentinos.

EVO MORALES, EX-PRESIDENTE DA BOLÍVIA

Condenamos a covarde tentativa de assassinato contra nossa irmã Cristina Kirchner. Toda a nossa solidariedade à vice-presidente. A Pátria Grande está com você, irmã. A direita criminosa e servil ao imperialismo não passará. O povo livre e digno da Argentina o derrotará.

LULA, EX-PRESIDENTE DO BRASIL E ATUAL CANDIDATO AO CARGO PELO PT

Toda a minha solidariedade à companheira @CFKArgentina, vítima de um fascista criminoso que não sabe respeitar divergências e a diversidade. A Cristina é uma mulher que merece o respeito de qualquer democrata no mundo. Graças a Deus ela escapou ilesa. […] Que o autor sofra todas as consequências legais. Esta violência e ódio politico que vêm sendo estimulados por alguns é uma ameaça à democracia na nossa região. Os democratas do mundo não tolerarão qualquer violência nas divergências políticas.

SIMONE TEBET, SENADORA E CANDIDATA A PRESIDENTE PELO MDB

Violência política no Brasil, violência política na Argentina. É preciso dar um basta a tudo isso. As lideranças devem recriminar essas atitudes. Ainda bem que a arma falhou. Que tristeza! Reafirmo minha posição pela paz na política, pela paz nas eleições.

GLEISI HOFFMAN, DEPUTADA FEDERAL E PRESIDENTE DO PT

Muito grave o que aconteceu com a companheira Cristina Kirchner, vítima de uma tentativa de homicídio. A imagem choca. Isso é resultado da violência política e do discurso de ódio. Força!

Fonte: https://www.noticiasaominuto.com.br/rss/mundo
Artigo extraído do site Notícias Ao Minuto

COMPARTILHE!