Bem-vindo(a). Hoje é - Alta Floresta - MT
Anúncio Anúncio

Ricardo Salles bate em motoboy e não presta socorro

Ricardo Salles bate em motoboy e não presta socorro
Nos siga no Instagram para receber as notícias em primeira mão!

SÃO PAULO, SP (UOL-FOLHAPRESS) – Imagens publicadas nas redes sociais mostram o ex-ministro do Meio Ambiente e candidato a deputado federal por São Paulo, Ricardo Salles (PL), dirigindo um carro e batendo na moto de um entregador. Nos vídeos é possível ver que Salles, que é apoiador do presidente Jair Bolsonaro (PL), segue com seu carro e não para para ver o que aconteceu com o motoboy naquele momento.

O caso ocorreu na noite desta quinta-feira (1º) em uma faculdade privada em São Paulo. Um grupo de manifestantes protestava contra a presença de Salles no momento em que ele deixava a garagem da instituição. De acordo com os vídeos, é possível ver o ex-ministro dirigindo um veículo vermelho de forma brusca.

Quando Salles acelera o veículo para sair do prédio e fazer a curva, seu carro atinge o motoboy, que até o momento não foi identificado. No momento que o carro do ex-ministro passa por ele, a moto cai ao chão. O entregador fica em pé e gesticula em direção ao carro do político.

Nas redes sociais, Salles se defendeu e disse que não aconteceu nada grave com a moto e com o motoboy. “Horda de bárbaros atacou nossa comitiva ontem. Jogaram pedras, chutaram carro e quebraram para-brisa. Na confusão, um dos carros derrubou uma moto quase parada. Falamos mais à frente com o rapaz, que nada sofreu. E a moto, nada de grave.”

Em nota, a assessoria de Salles afirmou que “não houve atropelamento nenhum”.

“O carro esbarrou na moto quase parada. Paramos mais adiante, conversamos com o motociclista e ele mesmo relatou que não sofreu nada. Apenas a moto sofreu arranhões, que já foram indenizados.”

O ex-ministro do governo Bolsonaro também postou uma imagem que seria a de um carro danificado durante os protestos dos alunos.

OUTRAS POLÊMICAS RECENTES ENVOLVENDO SALLES

Esta é a segunda polemica que Ricardo Salles se envolve em menos de uma semana. No debate com os presidenciáveis, o ex-ministro e o deputado André Janones (Avante-MG) discutiram e quase trocaram socos na sala onde ficaram os convidados. Foi preciso a intervenção de assessores e seguranças para afastar os dois, que estavam aos gritos de “miliciano” e “corrupto”.

No dia 20 de agosto, Ricardo Salles e o candidato a deputado estadual Guilherme Cortez (PSOL-SP) bateram boca em Franca, no interior de São Paulo. Cortez chamou Salles de “uma vergonha para o país”, e o ex-ministro retrucou: “Vocês são uns ladrões, bunda mole, bando de vagabundos, ladrões, idiotas e cretinos. Vai se catar”.

Candidato a deputado federal pelo PL, mesmo partido de Bolsonaro, Salles declarou ao TSE (Tribunal Regional Eleitoral) um patrimônio total de R$ 3,97 milhões. O valor é 65% menor do que o declarado nas eleições de 2018, levando em consideração o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) de julho.

A queda na declaração do patrimônio de Salles aparece um ano após a notícia de que o ex-ministro é alvo de uma apuração do MP-SP (Ministério Público de São Paulo) sobre suspeitas de enriquecimento ilícito na década passada.

Fonte: https://www.noticiasaominuto.com.br/rss/mundo
Artigo extraído do site Notícias Ao Minuto

COMPARTILHE!