Bem-vindo(a). Hoje é - Alta Floresta - MT

Com polêmica de arbitragem, Santos perde para Flamengo misto e se complica na briga pelo G8

Com polêmica de arbitragem, Santos perde para Flamengo misto e se complica na briga pelo G8
Nos siga no Instagram para receber as notícias em primeira mão!

Na noite desta terça-feira, o Santos perdeu por 3 a 2 para o Flamengo, fora de casa, pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro. Pedro, Marinho e Arrascaeta marcaram para os mandantes, enquanto Alex Nascimento e Carabajal descontaram. O Alvinegro Praiano deixou o Maracanã reclamando muito de um pênalti não marcado, quando o placar ainda não estava zerado. Na sequência do lance, inclusive, saiu o primeiro tento dos cariocas.

Com o resultado, o Peixe segue na 12ª colocação, com 43 pontos, quatro a menos que o São Paulo, que abre o G8. O Tricolor, no entanto, ainda joga na rodada e pode abrir mais vantagem na briga por uma vaga na Libertadores. O Rubro-Negro, por sua vez, assumiu a vice-liderança, com 61.

O Santos volta a campo agora na quarta-feira, quando visita o Atlético-GO, pela 35ª rodada do Brasileirão. A bola rola no gramado do Estádio Antônio Accioly a partir das 19 horas (de Brasília). Já o Flamengo volta todas as suas atenções para a Libertadores. O clube decide o título do torneio no sábado, às 17 horas, contra o Athletico-PR, em Guayaquil, no Equador.

Devido a final, inclusive, Dorival Jr. escalou um time misto. Apenas três titulares foram titulares: David Luiz, Everton Ribeiro e Pedro. No intervalo, ele sacou os três e colocou Léo Pereira, Arrascaeta e Gabigol.

A etapa inicial começou com os mandantes tentando apertar no Maracanã. Após rondar a área nos primeiros minutos, o Rubro-Negro assustou aos nove minutos. Ayrton Lucas foi acionado em profundidade e cruzou rasteiro para Marinho, que chegou batendo de primeira para a defesa de João Paulo.

No lance seguinte, Pablo subiu mais que todo mundo após cobrança de escanteio e tirou tinta da trave. Aos 16, Everton Cebolinha dominou pela esquerda, cortou para o meio e arrematou firme. Atento, João Paulo espalmou para o lado.

Do outro lado, o Peixe levou perigo pela primeira vez aos 22. Camacho encontrou espaço na entrada da área e arriscou, obrigando Diego Alves a fazer boa defesa.

O Flamengo respondeu cinco minutos depois. Erick Pulgar pegou a sobra na intermediária, dominou no peito e soltou um foguete. A bola só não entrou na gaveta pois João Paulo apareceu mais uma vez para fazer linda intervenção. O capitão alvinegro voltou a brilhar aos 39, em belo voleio de Victor Hugo.

Nos acréscimos, João Paulo trabalhou novamente. David Luiz arriscou em cobrança de falta de longe e viu o arqueiro voar para evitar que a bola entrasse no ângulo.

Já aos 49, nada impediu o gol dos donos da casa. Matheusinho foi lançado em profundidade e cruzou raseiro para Pedro, que tocou de letra para abrir o placar. O lance foi marcado por uma polêmica. No início da jogada, Camacho foi derrubado por Matheusinho na área e pediu pênalti, mas  árbitro mandou seguir e não foi chamado pelo VAR para rever.

2º Tempo

Na volta do intervalo, o Santos voltou mais aceso. Com apenas quatro minutos, Ângelo fez linda jogada e encontrou Marcos Leonardo livre. O atacante, porém, parou em grande defesa de Diego Alves.

Aos sete, saiu o empate. Camacho pegou a sobra após cobrança de escanteio e cruzou para Alex, que tocou de nuca para deixar tudo igual.

Com o gol, o Flamengo tentou partir para cima. Aos 16, Cebolinha interceptou um recuou de Madson e tentou tirar de João Paulo, mas mandou pelo lado. Na sequência, o atacante recebeu bom passe de Pulgar e finalizou para a defesa do goleiro.

O Peixe respondeu aos 25. Sánchez arriscou em cobrança de falta e tirou tinta da trave.

Já aos 32, os mandantes voltaram a ficar na frente. Gabigol recebeu ótimo lançamento de Matheus Franças, mas viu João Paulo cortar. No rebote, porém, Marinho ficou com o gol aberto e estufou as redes. Esse foi o primeiro tento do atacante contra o seu ex-clube. Ele deixou a Vila Belmiro no começo do ano.

A partir de então, o Santos esboçou uma pressão em busca do empate. O time, entretanto, deu espaço para os contra-ataques dos rivais, que souberam aproveitar. Aos 41, Ayrton Lucas foi acionado por Arrascaeta, cortou a marcação e devolveu para o uruguaio. O meia, então, dominou com muita calma, driblou Alex e cutucou para o gol.

No fim, o Peixe ainda descontou, com um belo gol de Carabajal, mas não foi o suficiente para buscar o empate.

Fonte: https://www.sonoticias.com.br/category/agronoticias
Artigo extraído do site Só Notícias

COMPARTILHE!
WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE