Bem-vindo(a). Hoje é - Alta Floresta - MT

Corinthians busca empate, mas perde do Flamengo nos pênaltis e é vice da Copa do Brasil

Corinthians busca empate, mas perde do Flamengo nos pênaltis e é vice da Copa do Brasil
Nos siga no Instagram para receber as notícias em primeira mão!

O Flamengo é o grande campeão da Copa do Brasil de 2022! Na noite desta quarta-feira, na presença de mais de 68 mil torcedores no estádio do Maracanã, o Rubro-Negro bateu o Corinthians nos pênaltis após 1 a 1 no tempo normal e conquistou seu quarto título da competição.

Com isso, os cariocas se juntam ao Palmeiras, que também possui quatro canecos. O maior ganhador segue sendo o Cruzeiro, com seis, seguido pelo Grêmio, que tem cinco.

Pedro abriu o marcador com apenas sete minutos de bola rolando. Ele chegou aos 28 tentos na atual temporada com a camisa rubro-negra, em 57 jogos disputados. O Fla balançou as redes mais duas vezes, ambas com impedimentos marcados.

Do outro lado, vale destacar a formação inicial, com Lucas Piton na vaga que seria de Adson, em uma formação de 5-3-2. Porém, quis o destino que Giuliano saísse do banco de reservas no meio do segundo tempo e fizesse o gol de empate – ele é o artilheiro do time na competição, com cinco tentos.

Nos pênaltis, Cássio defendeu o chute de Filipe Luís, mas o Fla se deu melhor após Fagner e Mateus Vital terem errado suas cobranças.

Com o título, o Fla embolsou mais R$ 60 milhões, chegando a R$ 76,8 milhões de premiação. Já o Timão ficou com o prêmio de R$ 25 milhões, em um total de R$ 41,8 milhões por todas as fases anteriores disputadas.

O Campeonato Brasileiro segue rolando. No sábado, o Corinthians tem clássico contra o Santos, às 19h (de Brasília), na Vila Belmiro, pela 33ª rodada, e precisa da vitória para retornar ao G4 – o time tem um jogo a menos.

Já o Flamengo visita o América-MG, no mesmo dia e horário. Vale lembrar que a equipe comandada por Dorival Júnior ainda tem a final da Libertadores, contra o Athletico-PR, no dia 29 de outubro.

Pressionando desde o primeiro segundo a saída de bola, Renato recebeu na entrada da área e chutou forte nas mãos de Santos no primeiro minuto de jogo. Apesar da pressão inicial, a qualidade do Flamengo falou mais alto.

Com sete minutos, Arrascaeta tocou na área para Everton Ribeiro, que, de primeira, deixou Pedro cara a cara com Cássio. O centroavante chutou por baixo e abriu o marcador, para explosão da torcida rubro-negra.

O Fla chegou novamente pouco depois. Após troca de passes rápidos, Arrascaeta recebeu e chutou, mas acabou travado. A (quase) resposta veio aos 11, quando Du Queiroz lançou Róger Guedes, mas o camisa 10 não conseguiu o domínio e furou.

Perto dos 25, Fausto arriscou com perigo, mas a bola acabou desviada. Pouco depois, Fagner encontrou Róger, que cruzou para a área, mas a defesa tirou a bola antes de chegar em Yuri.

Em belo lance, o Fla chegou ao segundo tento, com Arrascaeta, aos 32, mas o impedimento foi marcado – Gabigol estava em posição irregular no lance.

Já partindo para os 45 minutos, Yuri Alberto é parado por Thiago Maia, do lado direito do campo. Na cobrança da falta, Róger mandou para a área, mas Filipe Luís tirou antes da bola chegar em Gil.

Nos acréscimos, Renato passou para Guedes na direita, e o camisa 10 arriscou, com perigo, mas desviada para fora, em dois escanteios seguidos, mas sem sucesso.

Com Adson no lugar de Piton, o Corinthians retornou ao seu esquema habitual, com a finalidade de tentar criar mais no ataque. Com mais posse de bola no campo ofensivo, os visitantes chegaram aos seis minutos, em chute de Yuri Alberto, para fora.

A resposta veio dois minutos depois, quando Gabi encontrou passe perfeito para Arrascaeta, mas o uruguaio chutou fraco para grande defesa de Cássio. Mais uma vez, desta vez pela esquerda, o Fla chegou com Gabigol, depois de passes trocados com Everton Ribeiro e Pedro, mas o camisa 9 mandou para fora.

Aos 13, Adson, na direita, cruzou forte e rasteiro para a área, e Róger Guedes, de canela, perdeu uma chance inacreditável de empatar. O Rubro-Negro respondeu com novo gol impedido, de Éverton Ribeiro, novamente após Gabi estar em posição irregular.

O jogo seguiu disputado, mas sem chances tão claras – os corintianos pareceram sentir o gol perdido de seu camisa 10. Aos 26, Balbuena cabeceou com perigo após cruzamento certeiro de Fagner, nas mãos de Santos.

Depois de outras substituições e muito abafa, o Corinthians, enfim, chegou ao gol, com Giuliano, artilheiro da equipe na competição, com cinco tentos. Aos 36, Mateus Vital cruzou, Fábio Santos desviou de calcanhar e Adson chegou batendo, mas a bola explodiu em Filipe Luís. Na sobra, o camisa 11 chutou com categoria e empatou.

Com 1 a 1 no tempo normal, a decisão foi para os pênaltis. Fábio Santos começou as cobranças e converteu, seguido por Giuliano e Renato Augusto. Fagner, porém, mandou no travessão. Na sequência, Yuri Alberto e Maycon fizeram, mas Mateus Vital chutou por cima do gol.

Do outro lado, Filipe Luís parou em Cássio logo na primeira cobrança, mas David Luiz converteu, assim como Léo Pereira, Everton Ribeiro, Gabigol, Everton Ribeiro e Rodinei, sacramentando o título.

Fonte: https://www.sonoticias.com.br/category/agronoticias
Artigo extraído do site Só Notícias

COMPARTILHE!