Bem-vindo(a). Hoje é - Alta Floresta - MT

Corinthians e Flamengo empatam na primeira final da Copa do Brasil

Corinthians e Flamengo empatam na primeira final da Copa do Brasil
Nos siga no Instagram para receber as notícias em primeira mão!

Na primeira grande final da Copa do Brasil, Corinthians e Flamengo até tentaram, mas não conseguiram sair do empate por 0 a 0 na Neo Química Arena, em noite de quebra de recorde, com 47.031 pessoas presentes (público total).

No primeiro tempo, o Fla começou melhor e teve três oportunidades, com Gabi, duas vezes, e Pedro, porém, o Alvinegro equilibrou o duelo e foi melhor nos 25 minutos finais, com chances principalmente com Yuri Alberto.

Na etapa complementar, as tramas foram parecidas, com chances para ambas as equipes. O maior destaque foi Cássio, que realizou uma grande defesa em cabeçada certeira de Gabigol.

O jogo precisou ser paralisado por conta da queda de uma parte dos refletores da Arena, já partindo para os acréscimos. Neste momento, a torcida do Fla jogou uma bomba na torcida da casa, inflamando os ânimos, mas a polícia interveio e nada mais ocorreu.

As equipes voltam a se encontrar na próxima quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, para a partida da volta. Qualquer vitória simples garante o título e um novo empate leva a decisão para os pênaltis.

Antes disso, porém, o Alvinegro visita o Goiás, no sábado, às 19h (de Brasília), na Serrinha, enquanto o Rubro-Negro recebe o Atlético-MG no mesmo dia, às 20h30 (de Brasília), pela 32ª rodada do Brasileirão.

O jogo – Nos primeiros 15 minutos, os lances de maior perigo foram dos visitantes. Com apenas um minuto de bola rolando, Gabi recebeu sozinho pela direita, driblou Fábio Santos e chutou cruzado para fora. Aos 11, foi a vez de tabela entre Pedro e Everton Ribeiro, com o camisa 21 recebendo na frente e tentando a cavadinha, para fora.

O Corinthians tentou algumas tramas, em tentativas frustradas de Yuri Alberto, de voleio na entrada da área, e Fausto, de longa distância. Aos 19, Renato levantou a bola em cobrança de falta, mas Gil não conseguiu encaixar chute.

Em entrada em Fagner, João Gomes, pendurado, acabou levando cartão amarelo e virou desfalque para o jogo da volta, no Maracanã.

Aos 30, após troca de passes no meio de campo, Fagner acabou perdendo a bola na lateral e, em contra-ataque, João Gomes passou para Gabigol, que tentou passar por Cássio, mas o camisa 12 fez grande defesa.

O melhor momento dos donos da casa aconteceu após o fato. Após atendimento ao goleiro, Adson recebeu na esquerda e cruzou com perigo, mas para fora.

Pouco depois, grande jogada coletiva, costurando os passes até chegar na entrada da área, com Renato, que preferiu passar para Du, que, atrasado, não chutou em cheio e foi travado.

Adson recebeu pela direita e encontrou Yuri fora da área. Ele ajeitou a bola e chutou rasteiro com perigo, para fora. A grande chance aconteceu aos 40, quando Gil tirou o perigo com chutão, Léo Pereira não alcançou e Yuri ficou com a bola.

O atacante carregou, driblou David Luiz, mas Thiago Maia chegou na hora certa e o camisa 9 chutou mascado, para defesa de Santos. Pouco depois, Renato ainda teve chance, ao chutar rasteiro, para fora.

As equipes voltaram sem mudanças do intervalo. Com poucos segundos, Pedro foi derrubado de frente para a área, e, na cobrança da falta, Arrascaeta mandou perto do ângulo direito. A resposta veio em abertura para Fábio na esquerda, que cruzou, mas Yuri cabeceou para cima. Na sequência, chute de Fausto foi travado.

O Fla chegou de novo em toques rápidos pela esquerda, com Gabi saindo na cara do gol, mas chute acabou desviado. Aos 12, Cássio mostrou por que está em uma das melhores temporadas da carreira e, cara a cara com Gabigol, após passe de Everton Ribeiro, fez uma defesa espetacular em dois tempos.

Quase na sequência, Renato recebeu no meio-campo, carregou a bola até a entrada da área e chutou rasteiro, à direita de Santos. Aos 20, após cobrança de lateral despretensiosa, David Luiz ficou com a bola, carregou e mandou a bola na trave, assustando o Corinthians.

Cássio apareceu de novo pouco depois, em nova defesa após chute de Everton Ribeiro, da direita. Na sequência, Gabi recebeu de Pedro e chutou cruzado. Com o desvio na marcação, a bola tirou tinta da trave.

Com menos de 25 minutos, Róger Guedes e Renato Augusto foram substituídos por Mateus Vital e Giuliano, respectivamente. O camisa 11 teve chute travado na entrada da área quase dez minutos depois.

Em levantamento para a área, Léo Pereira encostou a mão na bola, em dividida com Yuri Alberto, mas nada foi marcado. Já perto dos acréscimos, uma parte dos refletores apagou, e a partida precisou ser paralisada por alguns minutos.

Na cobrança do escanteio logo após a retomada, David Luiz quase chegou e abriu o marcador. Na última chance do Timão, Yuri Alberto arrancou pela direita e bateu. Com desvio, Santos caiu e ficou com a bola. No fim, Fábio Santos cruzou com perigo e a bola quase enganou o goleiro.

Fonte: https://www.sonoticias.com.br/category/agronoticias
Artigo extraído do site Só Notícias

COMPARTILHE!
WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE