Bem-vindo(a). Hoje é - Alta Floresta - MT

Explosão em mina na Turquia mata 41 pessoas

Explosão em mina na Turquia mata 41 pessoas
Nos siga no Instagram para receber as notícias em primeira mão!

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – A explosão em uma mina de carvão em Bartin, no norte da Turquia, matou 41 trabalhadores nesta sexta-feira (14), segundo o ministro da Saúde, Fahrettin Koca. Koca afirmou também que 17 foram feridos e estão sendo tratados -vários em estado grave.

Paralelamente ao anúncio da pasta federal, a governadora de Bartin, Nursac Aslan, havia dito mais cedo que oito trabalhadores tinham conseguido escapar por conta própria, mas que ainda havia “44 pessoas a 300 [metros abaixo da entrada da mina] e outras 5 a 350 [metros]”.

Segundo ela, horas depois do acidente uma equipe de mais de 70 encarregados do resgate conseguiram chegar a uma profundidade de 250 metros. Não se sabe se descer mais vai ser possível ou se a passagem estará bloqueada. De acordo com o governo, 110 trabalhadores estavam no local no momento da explosão.

Imagens divulgadas por emissoras de TV locais mostravam feridos sendo levados para ambulâncias, uma aglomeração de equipes de resgate nos arredores da instalação e pessoas chorando ao redor. “Não sei o que aconteceu. Houve uma pressão repentina e não consegui ver nada”, disse à agência de notícias estatal Anadolu um mineiro que conseguiu sair dos túneis por conta própria.

A explosão ocorreu por volta das 18h15 do horário local (12h15 no horário de Brasília). Em um primeiro momento, a Autoridade da Turquia para Gestão de Desastres atribuiu o acidente a uma pane em um transformador elétrico. Mais tarde, voltou atrás na informação, dizendo que a causa da explosão ainda era desconhecida.

A principal hipótese levantada por especialistas ouvidos na imprensa turca é a de uma explosão causada pelo acúmulo de grisu -um gás inflamável, formado principalmente de metano, liberado nas minas de carvão.

Não há incêndios em andamento dentro da mina e a ventilação interna está funcionando corretamente, disse o ministro da Energia, Fatih Donmez, acrescentando que houve colapsos parciais dentro da mina. O resgate deve continuar pela madrugada de sábado.
Localizada na cidade de Amasra, a cerca de 300 quilômetros de Ancara, a mina é administrada pela Empresa Turca de Carvão, estatal mineradora.

O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, anunciou que estava cancelando sua agenda para viajar para o local do acidente neste sábado (15). “Nosso desejo é que a perda de vidas não seja maior e que nossos mineiros possam sair sãos e salvos”, afirmou em seu Twitter.
Em 2014, a Turquia assistiu ao pior acidente industrial de sua história. Na cidade de Soma, próximo ao litoral do mar Egeu, uma explosão, também em um transformador, deixou 787 mineiros presos abaixo do solo.

A explosão resultou em um incêndio, que vitimou 301 mineiros. Os demais 486 foram resgatados. Na época, Erdogan foi considerado como insensível ao reagir àquelas mortes, suscitando protestos contra seu governo.

Fonte: https://www.noticiasaominuto.com.br/rss/mundo
Artigo extraído do site Notícias Ao Minuto

COMPARTILHE!