Bem-vindo(a). Hoje é - Alta Floresta - MT

Com Vitor Pereira expulso, Corinthians empata contra o Coritiba e sai da briga pelo vice

Com Vitor Pereira expulso, Corinthians empata contra o Coritiba e sai da briga pelo vice
Nos siga no Instagram para receber as notícias em primeira mão!

Em um jogo nervoso no primeiro tempo, com expulsões de Bruno Méndez e do técnico português Vítor Pereira e muita reclamação, o Corinthians jogou todo o segundo tempo com um a menos e arrancou um empate por 2 a 2 com o Coritiba, nesta quarta-feira, no estádio Couto Pereira, em Curitiba, pela 37ª e penúltima rodada do Campeonato Brasileiro. O gol de Yuri Alberto, no início da segunda etapa, livrou o Timão da derrota, mas a briga pelo vice acabou.

Com o empate, o Corinthians subiu para 65 pontos, em quarto lugar, mas agora tem cinco a menos que o Internacional, atual segundo colocado, com apenas mais um jogo a ser disputado. O Fluminense, em terceiro com 67, ainda briga pelo vice com o time gaúcho.

Já o Coritiba, que se livrou do risco de rebaixamento na rodada passada, se mantém na 15ª colocação, com 42 pontos, e ainda briga por uma vaga na próxima edição da Copa Sul-Americana.

Pela 38ª e última rodada, o Corinthians vai encarar o Atlético-MG, neste domingo, às 16 horas (de Brasília), na Neo Química Arena, em São Paulo. Já o Coritiba irá viajar até a cidade de Cuiabá para encarar o Cuiabá, no mesmo dia e horário, na Arena Pantanal.

O jogo – A partida começou equilibrada e bastou um lance individual para mudar tudo. Aos nove minutos, o Coritiba abriu o placar em um belo gol de Alef Manga. Régis desarmou Du Queiroz no meio de campo e a bola ficou com o atacante, que avançou em velocidade, deixou o volante corintiano e o zagueiro Balbuena para trás e, de frente para Cássio, bateu rasteiro com categoria.

A desvantagem no placar fez o Corinthians atacar com mais frequência. Chances foram criadas com Balbuena, Róger Guedes e Du Queiroz, mas nada que incomodasse o goleiro Gabriel. Até que, aos 29 minutos, saiu o empate. Ramiro recebeu a bola na intermediária e tocou para Yuri Alberto, que dominou com o peito e perto da linha de fundo cruzou na primeira trave. Du Queiroz, bem colocado, cabeceou para o gol.

A igualdade parecia que deixaria o jogo mais tranquilo, mas não foi isso que aconteceu. Aos 32 minutos, após rebote de Cássio em chute de Alef Manga, Fausto Vera acertou Régis por trás. O árbitro Marcelo de Lima Henrique não marcou pênalti na hora, mas foi chamado para revisar o lance no VAR – e aí confirmou a falta dentro da área. Isso gerou revolta de Vítor Pereira, que recebeu o cartão amarelo.

Na cobrança do pênalti, aos 36 minutos, Alef Manga bateu no canto esquerdo de Cássio, que caiu para o outro lado, e fez: 2 a 1. Na sequência, o goleiro corintiano levou amarelo e o uruguaio Bruno Méndez foi expulso direto, ambos por reclamação. A situação revoltou Vítor Pereira, que também recebeu o vermelho.

O Corinthians procurou acalmar os ânimos até o final do primeiro tempo e usou o intervalo para colocar as coisas em ordem. Voltou com Rafael Ramos e Mateus Vital e logo conseguiu o empate. Aos três minutos, Róger Guedes deu um passe de primeira para Yuri Alberto, que ganhou de Chancellor na corrida, ficou cara a cara com Gabriel e chutou rasteiro com categoria.

Com um a menos, o Corinthians correu riscos. Aos nove minutos, o Coritiba teve um gol de Matheus Cadorini anulado por impedimento, com a ajuda do VAR, e pouco depois, aos 13, quase marcou em um belo chute de Fabrício Daniel, que viu a bola passar raspando a trave direita de Cássio.

Na busca por algum contra-ataque para buscar o terceiro gol, o Corinthians se fechou e deixou o Coritiba jogar. O time paranaense teve algumas oportunidades, especialmente em bolas áereas para aproveitar a altura do centroavante Léo Gamalho, mas todas pararam nas mãos de Cássio.

Fonte: https://www.sonoticias.com.br/category/agronoticias
Artigo extraído do site Só Notícias

COMPARTILHE!