Bem-vindo(a). Hoje é - Alta Floresta - MT

Técnico do Cuiabá comemora permanência mas fala em tom de despedida

Técnico do Cuiabá comemora permanência mas fala em tom de despedida
Nos siga no Instagram para receber as notícias em primeira mão!

Com o objetivo cumprido, o técnico António Oliveira comemorou a permanência do Cuiabá na Série A. Após a vitória por 2 a 1 sobre o Coritiba, ontem, o português, que sempre mostrou confiança no trabalho mesmo com a equipe na zona de rebaixamento, falou sobre a trajetória do Dourado na competição.

“Quando sabemos o que estamos fazendo, quando acreditamos muito em nosso trabalho, em nossa competência. Independente dos desafios, eu precisava passar por isso. Sempre disse que seria desafiante até o fim, e não menti. Apesar de eventualmente muita gente continuar sempre cética, eu sempre fiquei muito tranquilo. É fato é que ao longo destas 29 rodadas, só não fiz nove. Pra mim era importante fazer essas nove, muito pela construção de um elenco de acordo com as características para aquilo que é o jogo que eu ambicionava. Em certos momentos isso foi possível, em outros nem tanto, tive que adaptar às características dos jogadores”, avaliou. 

António também falou sobre a permanência virtual do Cuiabá com uma rodada de antecedência, já que a equipe só perdia a vaga caso o Atlético-GO tirasse uma diferença de seis gols. “Nós permanecemos com duas rodadas de antecedência. Só um louco que pensava que nós com seis gols de diferença teríamos problemas. Isso não existe no futebol. Ano passado o Cuiabá se salvou na última rodada, este ano nós nem precisávamos deste resultado. Portanto, vamos perceber as circunstâncias deste caminho, que foi um caminho difícil, mas foi prazeroso pra mim”, disse. 

Sobre o futuro, o português não falou se irá ficar no clube, mas em tom de despedida, agradeceu a diretoria e o elenco. “Agora eu vou pegar o avião, vou descansar e não quero ouvir falar de futebol nas próximas duas semanas. Eu sempre disse, da mesma forma que eu vim aqui, é evidente que a minha família tem uma parte importante na minha decisão, apesar de ela sempre aceitar porque consegue entender a minha paixão e felicidade de estar dentro deste meio. É aquilo que eu gosto, tenho objetivos claros na minha vida, quero ganhar títulos, isso é algo que eu tenho em minha cabeça, mas eu precisava passar por isso”, revelou. 

Oliveira disse também que quer permanecer no Brasil. “Como eu disse, nesta altura tenho conversas agendada com diversas pessoas para poder decidir aquilo que é o melhor para minha carreira e pro meu futuro, de acordo com o que são meus objetivos e minhas ambições. Mas vou ser honesto, quero pelo menos mais um ano continuar no Brasil”, concluiu. 

Fonte: https://www.sonoticias.com.br/category/agronoticias
Artigo extraído do site Só Notícias

COMPARTILHE!
WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE